15:15 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Lua e avião durante o pôr do sol

    Programa de Exploração Lunar da Rússia deve fazer parte do projeto Internacional

    © Sputnik / Anton Denisov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2110

    O programa de exploração lunar da Rússia deve fazer parte de um projeto internacional, já que nenhuma das maiores potências espaciais é capaz de explorar o único satélite natural da Terra sem o apoio de outros Estados, disse o diretor do Instituto de Pesquisas Espaciais da Academia Russa de Ciências, Anatoly Petrukovich, à Sputnik.

    No início de setembro, Dmitry Rogozin, diretor-geral da corporação espacial russa Roscosmos, disse que os Estados Unidos ofereciam à Rússia a participação em seu programa lunar, mas a corporação não ficou satisfeita em desempenhar o papel de coadjuvante na missão. O oficial estava planejando encontrar seus colegas da NASA para discutir as opções de participação igualitária, exploração independente ou envolvimento dos estados do BRICS na missão.

    "Esta é uma tarefa de larga escala em termos de apoio financeiro e soluções técnicas. E isso, é claro, deve ser uma base com grande participação internacional, mas a participação da Rússia deve ser significativa", disse Petrukovich.

    De acordo com Petrukovich, a base lunar não é um compartimento com propósitos únicos de garantir a vida e o trabalho dos astronautas, mas uma estrutura de múltiplos propósitos formada por diferentes países. Ele acrescentou que a exploração lunar dever ser realizada em grande escala com o uso de tecnologias modernas.

    Mais:

    Google Earth localiza 'estrutura' misteriosa na Lua (VÍDEO)
    Buscando novas conquistas, NASA ousa e foca suas prioridades na Lua
    Cientistas confirmam: tem água na Lua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik