03:03 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Preparação para o lançamento do ICESat-2

    NASA está com satélite bilionário no espaço para medir degelo na Terra como nunca antes

    Ciência e tecnologia
    URL curta
    314

    A NASA declarou que seu novo satélite de US$ 1 bilhão (R$ 4,06 bilhões) dará à humanidade medição nunca antes vista de quão rápido está ocorrendo o degelo na Terra.

    O satélite ICESat-2 é do tamanho de um minicarro Smart e enviará lasers para Terra incontáveis vezes para dar aos cientistas medição precisa — inferior até mesmo a 1 cm — das camadas de gelo polar e como elas estão mudando, segundo a NASA.

    O instrumento "laser", tecnicamente conhecido como Sistema Avançado de Altímetro a Laser Topográfico (ATLAS, na sigla em inglês), medirá a altura, cronometrando o tempo que fótons de luz demoram a viajar do satélite até à superfície da Terra e a voltar para trás.

    Sua missão será medir as alterações no gelo polar da Terra detalhadamente para que seja possível obter um melhor conhecimento sobre os efeitos do aquecimento global, dando oportunidade aos especialistas de examinar como as camadas de gelo estão respondendo às mudanças climáticas na atmosfera e no oceano.

    "O clima está nos alertando, nós estamos notando mudanças no nível do mar, que está aumentando", afirmou a professora de glaciologia da Instituição de Oceanografia Scripps, Helen Fricker, que também trabalhou com a NASA no projeto ICESat-2, conforme o Fox News.

    De acordo com a NASA, o degelo na Groenlândia e na Antártica, está elevando o nível global do mar em mais de um milímetro por ano.

    Para a NASA, as informações fornecidas pelo ICESat-2 contribuirão para um conhecimento avançado sobre o impacto do degelo relacionado à elevação do nível do mar, além da elevação da temperatura e alterações climáticas. O satélite medirá a altura da superfície oceânica e terrestre, bem como, os topos das árvores das florestas.

    As primeiras coletas de informações do satélite ICESat-2 serão recebidas durante o mês de outubro, segundo Fricker.

    Mais:

    Cientistas avisam: aquecimento global ameaça humanidade com fome devastadora
    Ex-secretária britânica compara apoiadores do Brexit a quem nega aquecimento global
    Tags:
    degelo, aquecimento global, lançamento, satélite, NASA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik