00:34 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Asteroide (imagem de referência)

    Astrônomos medem asteroide no Sistema Solar e tamanho é de dar medo

    © flickr.com/ Hubble ESA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2104

    Um asteroide rastreado pela NASA poderia trazer destruição em massa ao nosso planeta ou até mesmo destruir a humanidade se atingisse a Terra, sendo aproximadamente três vezes maior que Berlim ou Londres.

    Cientistas da NASA avaliaram o tamanho do gigantesco asteroide que poderia destruir a humanidade, enquanto exploravam uma galáxia distante, segundo a National Radio Astronomy Observatory.

    O asteroide, chamado Palma, foi encontrado pelo astrônomo francês Auguste Charlois em 1893, no cinturão principal de asteroides, entre Marte e Júpiter. O corpo celeste em questão orbita em volta do Sol por uma trajetória constante, aparentando não ser uma ameaça para nosso planeta.

    Além da antena de VLBA de Brewster, os astrônomos também usaram as antenas de VLBA da Califórnia, Texas, Arizona e Novo México. A passagem do asteroide em frente ao rádio da galáxia, um evento chamado "ocultação", afeta as características dos sinais recebidos pela antena de Brewster quando combinada com as outras antenas.

    A análise levou aos astrônomos concluírem que o asteroide mede 192 km de diâmetro e que ele difere significativamente de um círculo perfeito. O próximo passo será melhorar a conclusão sobre a forma do asteroide, através da combinação de dados de rádio com observações óticas do asteroide.

    "Observar uma ocultação de asteroides utilizando o VLBA resultou ser um método extremamente poderoso para o dimensionamento de asteroides. Além disso, esses dados de rádio revelariam imediatamente as formas semelhantes ou companheiros binários, significando que, sem dúvida nenhuma, essas técnicas serão utilizadas para estudos futuros de asteroides", disse Kimmo Lehtinen, do Instituto de Investigação Geoespacial da Finlândia.

    Vale ressaltar que, em 15 de maio de 2017, o asteroide bloqueou as ondas de rádio de uma galáxia chamada 0141+268 ao criar uma sombra enquanto passava em frente ao planeta, ajudando os astrônomos a avaliarem seu tamanho e fazer uma estimativa sobre sua forma.

    Mais:

    Asteroide maior do que Grande Pirâmide egípcia está se aproximando da Terra
    Espaçonave japonesa captura FOTOS do asteroide a menos de 1 quilômetro de distância
    Tags:
    astrônomo, cientistas, asteroide, sistema solar, Planeta Terra, Universo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik