16:01 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Parede da cratera formada no distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, na Rússia

    Criovulcanismo na Terra: revelado mistério do surgimento da cratera siberiana

    © Sputnik / Serviço de imprensa do distrito autônomo Yamálo-Nenetsky, Rússia
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50

    Cientistas russos descobriram que a misteriosa cratera descoberta na península de Yamal, em julho de 2014, foi formada como resultado da atividade criovulcânica.

    Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Scientific Reports.

    Geralmente, essas crateras encontram-se em outros planetas. Em temperaturas muito baixas, os criovulcões expelem água e outros compostos químicos, como metano e amoníaco, em diferentes estados físicos.

    Na camada da crosta terrestre, onde a principal substância formadora de rochas é o gelo, também acontecem processos geológicos rápidos, mas até agora eles não foram considerados exemplos de criovulcanismo. 

    A cratera de origem desconhecida, que fica a 30 quilômetros do campo de extração de petróleo Bovanenkovo, foi descoberta em julho de 2014 por pilotos de helicóptero que trabalhavam na área. A cratera parecia com um grande funil no solo com paredes íngremes e água em seu fundo.

    Anteriormente, a NASA publicou fotos de criovulcões na superfície de Europa, um dos satélites do planeta Júpiter. Eles estão localizados em uma área com uma temperatura anormalmente alta, que foi descoberta pela primeira vez pela estação Galileo.

    Mais:

    Cientistas descobrem sinais de futura catástrofe global no Ártico
    Reversão de tempo ou efeito espelho? Cientistas tentam esclarecer erupções de raios gama
    Cientistas da NASA encontram sinais de futura catástrofe na Sibéria
    Tags:
    cratera, NASA, Sibéria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik