10:02 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Um tubarão (imagem referencial)

    Já ouviu falar em tubarão girino? Espécie enigmática é analisada mais detalhadamente

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    Pesquisadores do Centro Interdisciplinar de Ciências Marítimas (Cicimar) do Instituto Politécnico Nacional (IPN), em colaboração com a Universidade Autônoma de Baja Califórnia do Sul (UABCS), analisaram os hábitos do tubarão girino da costa ocidental da Baixa Califórnia do Sul.

    O tubarão girino (Cephalurus cephalus) é uma espécie desconhecida em vários aspectos. Trata-se da quarta investigação científica da taxonomia, da distribuição e de alguns aspectos da sua biologia no mundo.

    O professor da UABCS, Mario Jaime Rivera, um dos pesquisadores responsáveis, mencionou que trará conhecimentos da biologia e ecologia do tubarão girino que permitirão realizar estudos posteriores sobre a sua genética e relação das suas peculiaridades alimentares.

    O tubarão girino vive a uma profundidade entre 300 e 1000 metros e suas populações são abundantes, do México ao Chile, bem como algumas regiões do oceano Pacífico.

    "De acordo com a agência de informação do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (Conacyt), apesar de algumas zonas de profundidade serem mais comuns, não tivemos a chance de conseguir amostras e estudá-las antes. A espécie foi descrita no final do século XIX. Posteriormente, com poucos exemplares capturados foi outra vez descrita na década de 60 do século passado", afirmou a Notimex Jaime Rivera.

    Foram recolhidas amostras obtidas a 360 metros de profundidade. Os tubarões foram capturados em redes de pescaria, na bacia Magdalena, na costa ocidental de Baja Califórnia do Sul.

    Jaime Rivera explicou que graças a pescarias de merluza capturaram várias espécies que tinham sido pouco estudadas. Entre elas está o tubarão girino que é um animal pequeno. Seus exemplares maiores têm uns 24 cm de comprimento.

    Para os pesquisadores, o estudo do tubarão girino é muito importante por causa do grande desconhecimento da espécie.

    Os especialistas identificaram novas espécies de tubarão girino, em sua maioria — crustáceos, e ainda falta identificar duas espécies por falta de restos ósseos: vértebras, estatocistos ou estruturas duras.

    No estudo caracterizaram os hábitos alimentares do tubarão mediante análise de conteúdo estomacal e isótopos estáveis de 13C e 15Y e descreveram a morfologia de mandíbula e trato digestivo.

    Estudos posteriores do tubarão girino poderão ser destinados a identificar potenciais usos biotecnológicos na aquicultura.

    Mais:

    Fotógrafo se vê cara a cara com gigantesco tubarão-branco (VÍDEO em 360°)
    Nos EUA é encontrado tubarão morto com corpo de cor rosa (IMAGENS FORTES)
    Tubarão-branco tenta invadir gaiola de mergulho cheia de turistas (VÍDEO)
    Mergulhador é detido após cavalgar em tubarão-baleia (VÍDEO)
    Tags:
    ecologia, biologia, girino, tubarão, cientistas, México
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik