20:45 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Nuvens azuis de Júpiter observadas da sonda da NASA, 24 de outubro de 2017

    Que enigmas ocultam 'oceanos de água' de Júpiter?

    © NASA. NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/Gerald Eichstädt/ Seán Doran
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1120

    Pela primeira vez na história, planetólogos conseguiram medir o volume de água que se encontra dentro da Grande Mancha Vermelha de Júpiter e, assim, provar que as camadas baixas da atmosfera jupteriana estão repletas de água em estado líquido.

    "Quando enviamos a sonda Galileo para Júpiter e a lançamos na atmosfera do planeta, nós entramos sem querer em um ‘deserto' peculiar onde não havia amoníaco nem água, fazendo com que pensássemos na inexistência dessas substâncias no planeta", contou Godon Bjoraker, especialista do Centro de Voos Espaciais Goddard da NASA.

    Para ilustrar seu ponto de vista, o pesquisador propôs que imaginássemos alienígenas aterrissando no nosso planeta, mais especificamente no deserto de Mojave, localizado no sudoeste dos Estados Unidos — nesse caso imaginariam que não há água no planeta.

    Enigmas do 5º planeta

    As primeiras missões a Júpiter não encontraram amoníaco ou água nas camadas altas de sua atmosfera.

    No entanto, com o passar do tempo, astrônomos conseguiram elaborar aparelhos especiais capazes de entrar na atmosfera jupteriana, atingindo suas camadas baixas, onde foi encontrada uma grande quantidade de umidade e união de azoto e hidrogênio, bem como amoníaco.

    Penetrado no oceano oculto

    Recentemente, Godon Bjoraker e seus colegas provaram que a Grande Mancha Vermelha — um enorme anticiclone da atmosfera de Júpiter — é quase completamente composta por água. Isso, por sua vez, permite concluir que a massa principal de ar nele se move, não horizontalmente, como antes acreditado, mas verticalmente.

    Ao mesmo tempo, a última investigação revela que o núcleo de Júpiter contém pelo menos duas vezes mais oxigênio do que o Sol, e, consequentemente, mais água.

    Por que essa descoberta é tão importante? Segundo explicam pesquisadores da NASA, essa descoberta permite supor que o núcleo do planeta tem uma estrutura rochosa. Esse enigma deve ser desvendado durante a próxima missão da sonda Juno que prevê aproximação da Grande Mancha Vermelha.

    Mais:

    Satélite de Júpiter esconde provas de vida a centímetros de sua superfície?
    São encontradas 12 novas luas de Júpiter e uma está a caminho de violenta colisão
    NASA encontra evidências de novo vulcão ativo em satélite de Júpiter (FOTO)
    Júpiter e Vênus estendem órbita da Terra e afetam nosso clima
    NASA oferece viagem infravermelha por Júpiter (VÍDEO)
    Tags:
    nuvens, oceanos, sonda espacial, atmosfera, água, Goddard Space Flight Center, NASA, Sistema Solar, Júpiter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik