09:15 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Parque de Yellowstone

    Erupção vulcânica está longe de ser maior ameaça de Yellowstone

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    260

    A grande ameaça envolvendo o supervulcão Yellowstone, na realidade, não é que ele entre em erupção, mas, sim, um terremoto de magnitude 7.

    Muitos alertam que o supervulcão do parque nacional poderia explodir, outros alertam que o maior perigo é que o terremoto sacuda uma área muito sensível.

    O cientista Michael Poland, do Observatório do Vulcão Yellowstone, alerta em entrevista ao USA Today que o "perigo de um terremoto de magnitude 7 na região de Yellowstone está sendo subestimado", e que acontecerá no futuro. A área em torno de Yellowstone registra uma média de 1.500 a 2.500 terremotos por ano, sendo muitos deles tão pequenos que passam até despercebidos. Ocorrem praticamente todo dia, ainda que os visitantes do parque não notem.

    O último grande terremoto a atingir Yellowstone foi registrado em 1959, sendo de magnitude 7,3, porém não despertou o vulcão situado abaixo do parque nacional, pois para que um terremoto dessas dimensões cause uma erupção vulcânica "provavelmente seja necessário que essa erupção esteja a ponto de ocorrer", acrescenta Jamie Farrell, professor de geologia na Universidade de Utah, Estados Unidos.

    Farrel ainda tranquiliza as pessoas, afirmando que "não gosta de falar que vai acontecer algo grande, como fortes terremotos ou enormes erupções vulcânicas, mas são fenômenos muito improváveis. É mais provável que ocorra algo no caminho a Yellowstone do que algumas destas coisas ocorrerem enquanto estiver no parque".

    No entanto, atualmente é mais provável que um terremoto como o de 1959 ocorra novamente, pois são fenômenos que "podem ocorrer ao longo da vida", alertou Poland. O problema está no que significam esses grandes terremotos. "Podemos dizer onde é mais provável que aconteçam, mas não podemos afirmar quando acontecerão", alerta.

    O Parque Nacional de Yellowstone é uma zona vulcânica muito sensível e em caso de uma erupção, as consequências seriam catastróficas. Por isso, essa zona foi convertida em uma das zonas geologicamente mais bem protegidas e controladas do mundo, sendo mais de 40 estações sísmicas juntamente com a Universidade de Utah registrando incessantemente os movimentos terrestres dentro e fora da região.

    Mais:

    Rachadura de 30 metros de comprimento aparece perto do supervulcão de Yellowstone
    Tags:
    erupção, erupção vulcânica, vulcão, Yellowstone, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik