16:50 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Foto em preto e branco mostra a linha direta fornecendo comunicação direta para o uso de emergência entre Casa Branca e Kremlin, 30 de agosto de 1963

    Casa Branca usa tecnologia russa para manter contato com Kremlin

    © AP Photo /
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2140

    A linha direta entre Moscou e Washington estabelecida em 1963, na sequência da crise dos mísseis cubanos em outubro de 1962, é um sistema que permite a comunicação direta entre os líderes dos EUA e da Rússia.

    O sistema instalado na Casa Branca usa equipamentos de comunicação de fabriação russa, reportou à Sputnik um representante da estatal russa Rostec.

    Um sofisticado decodificador desenvolvido pela corporação Avtomatika, que faz parte da Rostec, foi testado por especialistas norte-americanos e recomendado para a comunicação direta entre Washington e Moscou.

    "O equipamento fabricado na Rússia tem sido usado exclusivamente desde que a linha direta surgiu", disse o funcionário da Rostec.

    Ele acrescentou que a corporação desenvolveu e construiu dezenas de dispositivos de comunicação adotados em conversas de alto nível.

    "O equipamento fabricado pela Avtomatika é usado em escritórios, trens e aviões, garantindo a comunicação segura que os principais líderes do país necessitam para governar o país", observou o representante.

    A Avtomatika é a maior empresa da Rússia na área de segurança da informação e desenvolve sistemas protegidos de informação e telecomunicações, assim como sistemas especializados de controle automatizado.

    Mais:

    Rússia está desenvolvendo novo caça de decolagem vertical
    Especialista comenta apresentação de caça iraniano
    Surge na web 1ª FOTO do caça Su-57 com novo sistema de aquisição de alvos
    Tags:
    comunicação, fabricação, linha direta, Kremlin, Casa Branca, Moscou, Washington, Rússia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik