10:39 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Saturno

    NASA divulga pela 1ª vez FOTO dos anéis de Saturno captados por Cassini antes de 'morrer'

    © flickr.com/ Esaari1
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1134

    Nesta semana a agência espacial dos EUA, NASA, divulgou pela primeira vez uma impressionante foto dos anéis de Saturno, o segundo maior planeta do Sistema Solar, captado pela sonda espacial Cassini a uma distância de aproximadamente 725 mil quilômetros.

    "Os anéis de Saturno são, talvez, a particularidade mais reconhecida de um planeta" em nosso sistema planetário, destacou a agência norte-americana. A foto, tirada pela Cassini, faz parte da missão da sonda espacial, que terminou no ano passado com a morte do aparelho. Vale destacar que ainda nenhum aparelho conseguira captar imagens do planeta a uma distância tão próxima. Durante a missão de 20 anos, o Cassini sobrevoou Saturno 22 vezes antes de se converter em um "meteoro metálico" ardente que se dissolveu na atmosfera do planeta. 

    Anéis de Saturno, captados pela sonda espacial Cassini
    © Foto : NASA/JPL-Caltech/Instituto de Ciências Espaciais
    Anéis de Saturno, captados pela sonda espacial Cassini

    A imagem mostra seu sistema circular, que se estende por aproximadamente 282 mil quilômetros, o que representa quase três quartos da distância entre a Terra e a Lua. Segundo a NASA, apesar de sua enorme extensão, os anéis são finos como "lâminas", muitos com apenas 10 metros de espessura.

    Os anéis são compostos principalmente por partículas de gelo que variam em tamanho, desde tão pequenos como um grão de areia, a tão grandes como uma montanha.

    Mais:

    NASA publica FOTOS nunca antes vistas da incrível lua de Saturno
    Ouça a 'conversa' plasmática entre Saturno e sua lua Encélado (ÁUDIO)
    Mais perto do que nunca: Saturno brilhará no céu em todo seu esplendor
    Cientistas encontram 'ingredientes para vida' em satélite de Saturno
    Tags:
    sonda, planeta, NASA, Saturno
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar