17:43 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Múmia (foto de arquivo)

    Por que pessoas podem morrer depois de profanar túmulos antigos? (FOTO)

    CC BY 2.0 / Paul Hudson / Mummy
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    240

    Existe uma crença de que qualquer pessoa que profane o túmulo de uma múmia irá morrer em breve. Uma equipe de investigadores chilenos chegou à conclusão de que esta superstição pode ter uma explicação científica.

    Um artigo sobre o assunto foi publicado na revista especializada Archaeometry.

    Cientistas descobrem duas múmias de meninas incas sinistras com vestes envenenadas

    Durante o estudo, os investigadores de várias universidades chilenas analisaram os restos e a roupa das múmias incas encontradas em 1976, em um cemitério inca situado no Cerro Esmeralda, norte do Chile.

    Ao levar a cabo uma análise química das vestes das múmias, os cientistas concluíram que os seus tecidos contêm quantidades abundantes de cinábrio, mineral composto em 85% por mercúrio, que é uma substância tóxica. Segundo sugerem os investigadores, a roupa envenenada provavelmente servia para proteger o sepultamento, no qual também se encontravam mais de uma centena de objetos, dos profanadores de túmulos.

    Estas múmias — uma menina de nove anos e uma jovem de 18 anos — resultaram do sacrifício ritual "capac cocha" (obrigação real), um dos mais importantes do império inca.

    "Os sacrifícios 'capac cocha' se realizavam em comemoração de acontecimentos históricos na vida do imperador inca ou em resposta a catástrofes naturais", explicou Bernardo Arriaza, da Universidade de Tarapacá, que dirigiu o estudo.

    Depois do sacrifício, que supostamente teve lugar entre os anos 1399 e 1475, os corpos das meninas eram mumificados e decorados.

    Mais:

    Arqueólogos revelam mistério do sarcófago negro encontrado no Egito (FOTOS)
    'Mina de ouro': túmulo recém-descoberto no Egito revela segredos de mumificação
    Arqueólogos encontram misterioso sarcófago negro intacto há 2 milênios (FOTOS)
    Tags:
    investigadores, ciência, veneno, túmulo, múmia, Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik