17:41 20 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Internet

    Destruição da Internet? Cientistas predizem consequências graves das mudanças climáticas

    CC BY 2.0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    231

    Especialistas revelam que, no futuro próximo, a Internet tal como a conhecemos hoje pode deixar de existir.

    De acordo com investigadores da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA), nos próximos 15 anos, várias partes vitais da infraestrutura da Internet estadunidense podem ser inundadas e danificadas devido ao aumento do nível de mar.

    "O risco direto para a rede global da Internet é que as zonas de instalação dos cabos de fibra óptica transatlânticos serão inundadas nos próximos anos pelas águas do oceano devido ao aquecimento global", declarou um dos autores da investigação, o professor Paul Barford.

    Assim, o aumento do nível das águas do mar provocará falhas globais até que os cabos sejam reinstalados em locais superiores. Mas isso exigirá tempo e dinheiro.

    Os cientistas avisam que nos próximos 15 anos, só nos EUA 1,9 mil quilômetros de cabos de telecomunicações e 3,9 mil quilômetros de cabos de fibra óptica ficarão debaixo de água. Apesar de todos eles serem resistente à água, não são completamente impermeáveis. Portanto, a água salgada pode causar falhas no funcionamento da rede, especialmente nos centros da infraestrutura dos EUA.

    De acordo com Barford, o problema dos cabos existentes é que os meios de sua proteção são vulneráveis às mudanças climáticas. Por esta razão, assegura, no futuro é necessário "levar essas consequências em consideração".

    Para evitar possíveis danos futuros nesse tipo de infraestrutura é vital aumentar sua proteção ainda hoje, concluem os especialistas.

    Mais:

    Tribunal alemão autoriza agência de inteligência a monitorar internet
    Moscovitas saem às ruas para se manifestar a favor da 'Internet livre'
    ONU aprova resolução sobre direitos humanos e internet
    Rússia nega os planos de lançar um firewall de internet semelhante ao da China
    Tags:
    Internet, mudança climática, aquecimento global, cabos, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik