18:20 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Sarcófago descoberto por arqueólogos egípcios em Luxor, Egito (foto de arquivo)

    Arqueólogos encontram misterioso sarcófago negro intacto há 2 milênios (FOTOS)

    © REUTERS . Mohamed Abd El Ghany
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 200

    Uma descoberta inesperada surpreendeu um grupo de arqueólogos durante escavações de rotina realizadas antes da autorização de construção de um edifício no distrito de Sidi Gaber de Alexandria, no Egito.

    Trata-se de um sarcófago antigo de granito negro que permaneceu fechado há pelo menos 2 mil anos. O fato é raro no Egito pela abundância de ladrões de túmulos que procuram esses tipos de enterros milenares para obter benefícios, destaca a edição Smithsonian Magazine.

    A camada de cimento presente no sarcófago levou os arqueólogos a concluir que o local se manteve intocado desde o seu fechamento.

    Segundo o Ministério de Antiguidade do Egito, o sarcófago é o maior já descoberto em toda a Alexandria, com 1,85 metros de altura, 2,65 metros de comprimento e 165 centímetros de largura.

    Ao lado da tumba, pesquisadores encontraram também um torso de alabastro (rocha semelhante ao mármore), que provavelmente retratava o dono do sarcófago. Segundo especialistas, os restos mortais que estão no túmulo podem pertencer a um homem de elevada posição social.


    Pesquisadores acreditam que a tumba é datada no período chamado de ptolomaico, uma dinastia que governou o Egito entre 305 a.C. e 30 d.C. 

    Mais:

    Arqueólogos encontram vestígios de civilização desconhecida na Amazônia (FOTOS)
    Arqueólogos encontram na Inglaterra vestígios do lendário Grande Exército dos vikings
    Arqueólogos encontram 'modelo' do Universo nas profundezas de lago mexicano (FOTO)
    Tags:
    descoberta, múmia, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik