19:13 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Imagem da Lua tirada pelo cosmonauta da agência federal espacial russa Roscosmos, Sergei Ryazansky, de bordo da Estação Espacial Internacional

    Exploração lunar avança: China coloca satélite no lado oculto da Lua

    © Foto: Roskosmos/Sergei Ryazansky
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    7254

    O satélite retransmissor chinês Queqiao, que deverá estabelecer no futuro a comunicação com uma sonda exploradora no lado oculto da Lua, foi colocado no chamado ponto de libração L2, segundo a Administração Espacial Nacional da China (CSNA).

    O satélite, cujo nome se traduz do chinês como "ponte de maitaca", entrou às 3h06 GMT (0h06 no horário do Brasil) na chamada órbita de halo, próxima ao ponto Lagrange L2, a uns 65.000 quilômetros da Lua.

    "É o primeiro satélite de comunicação do mundo que funciona nessa órbita. Eles lançará os alicerces para que o Chang'e-4 se converta na primeira sonda de exploração a realizar uma aterrissagem suave no lado oculto da Lua [nos finais deste ano], assinalou o presidente da Academia de Tecnologia Espacial da China, Zhang Hongtai.

    O Queqiao foi lançado em 21 de maio a partir da base especial de Xichang, no sudoeste da China.

    O programa chinês de exploração da Lua consiste de três etapas: voo ao redor da Lua, aterrissagem na Lua e retorno à Terra. A primeira etapa já terminou com sucesso.

    Mais:

    Por que desenvolvimento de armas espaciais chinesas é ameaça à paz?
    Imagens inéditas: chineses capturam em VÍDEO queda de suposto meteorito em chamas
    China traça Rota da Seda... no espaço!
    Tags:
    transmissão, terra, lua, satélite, Espaço, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik