17:47 22 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Buraco negro que está arrastrando a matéria da estrela azul na visão de um artista

    Astrônomos encontram objetos misteriosos bem no coração da Via Láctea

    © NASA. NASA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    261

    Nos arredores de enorme buraco negro que se encontra no centro da nossa galáxia foram encontrados vários objetos misteriosos.

    Segundo comunicam os cientistas, eles são parecidos com nuvens de gás, mas se comportam como estrelas.

    "Se os objetos G1 e G2 e seus 'primos' fossem simples nuvens de gás, teriam que se ter desintegrado há muito. Acreditamos que na verdade trata-se de estrelas 'infladas'. Sua matéria tornou-se tão rarefeita que o buraco negro pode 'chupar' sua matéria durante a aproximação", explica o investigador Mark Morris da Universidade da Califórnia em Los Angeles (EUA).

    Morris e seus colegas conseguiram obter novos dados que provam a origem "estelar" dessas nuvens de gás. Além disso, ao observar os arredores do buraco negro Sgr A* no centro da Via Láctea, eles detectaram mais três estruturas semelhantes, que foram nomeadas de G3, G4 e G5 correspondentemente.

    Assim, ao olhar para dentro deles, usando espectrômetros, os cientistas supõem que essas estruturas se formam em resultado da fusão de estrelas duplas que se aproximam a uma distância perigosa do buraco negro. Sua gravitação faz com que se colidam uma com a outra e se unam em um objeto maior.

    "A maior consequência dessas colisões é que a nova estrela se 'infla' muito por ação da energia do choque. Ela continua assim durante um período de tempo muito longo — vários milhões de anos — até que a nuvem se esfrie e se converta em uma estrela comum", explica Morris.

    "Então, agora temos que entender como elas se tornam tão grandes logo no início", concluiu.

    Mais:

    Primeiras imagens do limiar do buraco negro na Via Láctea revelam algo inesperado
    Astrônomos descobrem 'monstruoso' buraco negro com o tamanho de 20 bilhões de sóis
    'Buraco negro' do oceano: por que radares são incapazes de detectar submarinos russos
    Tags:
    galáxia, estrelas, buraco negro, Universidade da Califórnia, Via Láctea
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik