06:47 18 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Logo do Facebook nos ecrãs do telemóvel e computador

    Facebook pede a usuários que enviem suas fotos nuas; confira motivo

    © AFP 2018 / KAREN BLEIER
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3110

    O Facebook criou um projeto piloto designado para proteger os dados de seus usuários e ajudar a lidar com pornografia de vingança (revenge porn, em inglês).

    Ao testar seu mecanismo para evitar publicação de fotos íntimas sem autorização pessoal, a rede social pediu aos usuários que enviassem suas fotos nuas, informa o jornal The Independent.

    De acordo com representantes da empresa, usuários podem enviar qualquer fotografia que eles acham que podem comprometê-los. A rede vai examinar a imagem e criar uma impressão digital, impedindo que esta seja carregada na plataforma no futuro.

    Após o procedimento, a foto será apagada, mas sua impressão ficará guardada na base de dados. No futuro, esta poderá ser comparada com qualquer imagem compartilhada no Facebook, Instagram ou Messenger e caso elas se coincidam, a foto será bloqueada antes de ficar on-line.

    A iniciativa foi criada para acabar com a chamada pornografia de vingança, quando imagens íntimas são divulgadas para atacar a pessoa que aparece nas fotos.

    "É humilhante e devastador quando imagens íntimas de alguém são compartilhadas sem permissão, e queremos fazer o possível para ajudar as vítimas deste abuso", disse a chefe de segurança do Facebook, Antigone Davis.

    Mesmo assim, as imagens em questão terão que ser enviadas e depois analisadas por um estranho de uma equipe especialmente treinada.

    A nova função está disponível no território dos EUA, Reino Unido, Austrália e Canadá.

    Tags:
    vingança, pornografia, redes sociais, Facebook, Austrália, Canadá, Reino Unido, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik