20:22 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Escritório da Kaspersky Lab em Moscou.

    Kaspersky alerta para aumento de fraudes on-line usando a Copa do Mundo 2018 como isca

    © Sputnik / Kirill Kallinikov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 73

    As atividades de phishing online relacionadas à próxima Copa do Mundo da FIFA aumentaram recentemente, com fraudadores oferecendo não apenas ingressos falsos para as partidas, mas também voos e hotéis baratos, afirmou a empresa russa de segurança cibernética Kaspersky Lab em um relatório.

    O termo "phishing" refere-se à criação de páginas fraudulentas de serviços de pagamento bem conhecidos e outros sites para roubar dinheiro.

    "Nossas estatísticas mostram picos no número de páginas de phishing durante as vendas de ingressos. Todas as vezes que os ingressos são vendidos, os fraudadores enviam spams e clones ativados de páginas e sites oficiais da FIFA oferecendo brindes falsos de empresas parceiras", diz o relatório da empresa.

    No final de maio, a empresa contabilizou aumento da disseminação do phishing com ofertas de voos baratos de companhias aéreas conhecidas, e seus analistas alertaram que o número de "ofertas favoráveis" fraudulentas de serviços de reservas de hotéis populares ainda pode subir.

    "Para fazer com que seus sites pareçam críveis, os cibercriminosos registram nomes de domínio combinando as palavras 'mundo', 'copa do mundo', 'FIFA', 'Rússia' etc. (por exemplo, worldcup2018, russia2018, fifarussia). Normalmente, embora nem sempre, esses domínios são diferentes (por exemplo, fifa.ucozx.site) e têm uma extensão de domínio fora do padrão. Portanto, na maioria dos casos, um olhar atento ao link no e-mail ou URL após a abertura do site deve ser suficiente para evitar isca", disse a empresa.

    Desde o início de 2018, a empresa impediu cerca de 15 mil tentativas de phishing relacionados de alguma forma à FIFA e à Copa do Mundo, segundo o relatório.

    A Copa do Mundo da FIFA 2018 acontecerá entre 14 de junho e 15 de julho em 12 estádios em 11 cidades russas: Moscou, Kaliningrado, São Petersburgo, Volgogrado, Kazan, Nizhny Novgorod, Samara, Saransk, Rostov-no-Don, Sochi e Ekaterimburgo.

    Tags:
    phishing, Copa do Mundo de 2018, Kaspersky Lab, FIFA, Rostov do Don, Saransk, Samara, Ecaterimburgo, Nizhny Novgorod, Kaliningrado, Volgogrado, Sochi, Kazan, São Petersburgo, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik