14:05 16 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Submarino U31 da Marinha Alemã no mar Báltico, 7 de fevereiro de 2005

    Submarino mais avançado dos nazistas é encontrado na Dinamarca (FOTOS)

    © AP Photo / HERIBERT PROEPPER
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2281

    Um raro submarino, supostamente usado para uma misteriosa operação de fuga envolvendo nazistas de alto escalão, for descoberto perto da Dinamarca.

    Os restos de um raro submarino alemão, muito avançado para a tecnologia marítima de seu tempo, foram encontrados na área de Skagerrak, perto da costa da Dinamarca, como resultado do trabalho do Museu de Guerra Naval da Jutlândia para mapear, e eventualmente retirar, destroços marítimos no mar do Norte, reporta a agência de notícias TV2.

    Destroços do submarino U-3523 encontrados no mar do Norte pelo Museu de Guerra Naval da Jutlândia, Dinamarca
    Destroços do submarino U-3523 encontrados no mar do Norte pelo Museu de Guerra Naval da Jutlândia, Dinamarca

    O submarino alemão U-3523 foi afundado por um bombardeiro britânico B-24 Liberator em 6 de maio de 1945, o mesmo dia em que as Forças Aliadas libertaram a Dinamarca da ocupação alemã nazista. Todos os 58 tripulantes morreram.

    "Este era um submarino muito especial. Foi o submarino mais avançado que os alemães construíram durante a Segunda Guerra Mundial. Ele era muito moderno e estava muito à frente do seu tempo", disse Gert Normann Andersen, diretor do museu da Jutlândia.

    Segundo ele, somente dois desses 118 submarinos que foram encomendados pelo comando nazista entraram em serviço.

    Atualmente existe apenas um exemplar preservado dessa classe de submarinos, o qual está em exposição no Museu Marítimo Alemão em Bremerhaven, na Baixa Saxônia, que foi uma das principais bases alemãs de submarinos durante a Segunda Guerra Mundial e que continua sendo um dos principais portos comerciais do país.

    De acordo com Andersen, o submarino já havia sido utilizado como navio de treinamento em Wilhelmshaven, outra importante base naval nazista, mas acredita-se que também tivesse sido usado em uma missão secreta impedida pelo bombardeio britânico. O desaparecimento do U-3523 tem sido relacionado a rumores sobre alguns dos principais personagens nazistas que tentavam escapar para a América do Sul com fortunas que consistiam de ouro e preciosas obras de arte. Esses rumores continuam circulando até os dias de hoje por falta de provas conclusivas.

    Apesar do U-3523 lançar alguma luz sobre esse enigma da fuga nazista, o Museu de Guerra Naval não tem planos para retirar o submarino que atualmente repousa em segurança a uma profundidade de 123 metros.

    O U-3523 diesel-elétrico foi encomendado em novembro de 1943, concluído em dezembro de 1944 e entrou em serviço em janeiro de 1945. Ele tinha uma velocidade máxima à superfície de 30 quilômetros por hora e podia operar com motores silenciosos devido a técnicas inovadoras de engenharia. Com uma tripulação de cinco oficiais e cerca de 50 praças, poderia viajar de até 28.000 quilômetros.

    Produzido prematuramente e com defeitos significativos, a série continha algumas soluções revolucionárias, sendo o primeiro submarino a operar sobretudo submerso. Apesar de nunca ter sido usado em combate real devido a falhas, o submarino poderia passar vários dias submerso.

    O Museu da Jutlândia está em processo de realizar uma grande varredura do fundo do mar em busca de naufrágios no mar do Norte. Até agora, foram encontrados 450 destroços, dos quais 12 submarinos, três britânicos e nove alemães.

    Mais:

    1ª FOTO do futuro submarino russo revela novidades sobre seu equipamento
    Nesta semana 3º submarino emerge do gelo no Ártico, mas desta vez não é americano (VÍDEO)
    Presidente russo explica causa da tragédia com submarino russo Kursk
    Tags:
    destroços, nazistas, submarino, museu, naufrágio, descoberta, Segunda Guerra Mundial, mar do Norte, Dinamarca
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik