18:00 24 Abril 2018
Ouvir Rádio
    A silueta da estação espacial Tiangong-1 é vista na imagem de radar do Instituto Fraunhofer de Física de Altas Frequências e Técnicas de Radar

    Estação espacial chinesa retornou à atmosfera terrestre (VÍDEO)

    © AP Photo / Instituto Fraunhofer
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    4276

    A estação espacial chinesa Tiangong-1, de 10 toneladas, em uma descida descontrolada a partir da órbita terrestre baixa, retornou à atmosfera do planeta sobre o sul do oceano Pacífico, às 21h15 de Brasília.

    À medida que a estação em queda se aproximava da Terra, observadores foram capazes de realizar uma previsão mais precisa. Inicialmente foi previsto que os resíduos queimariam na atmosfera da Terra em algum local sobre o sudoeste da América do Sul. A Agência Espacial Chinesa, no entanto, informou na noite deste domingo, que a reentrada aconteceu sobre o sul do oceano Pacífico.

    Caindo através da atmosfera cada vez mais densa, enquanto se aproximava da Terra, a uma velocidade de 17 mil km/hora, os detritos sofreram uma destruição quase completa antes de atingir o solo. Alguns observadores, no entanto, notam que vários pedaços maiores de metal, potencialmente contendo hidrazina, ainda podem representar uma ameaça.

    Um canal do youtube ao vivo transmitiu informações ao vivo sobre a queda da estação espacial.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik