15:32 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Robô

    Isso é muito Black Mirror! Veja 5 coisas que a Inteligência Artificial pode fazer

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    221

    O ramo da ciência conhecido como Inteligência Artificial (IA) é o que é responsável por elaborar dispositivos e softwares capazes de reproduzir raciocínio, tomar decisões, criar, resolver problemas e desenvolver outras habilidades inerentes à inteligência humana.

    Para discutir novas formas e pensar sobre os impactos da aplicação da Inteligência Artificial, a cidade de São Paulo recebeu nesta terça-feira (27) o evento "Inteligência Artificial: para onde vamos?".

    Mas antes de discutir sobre essas implicações, você sabia que a ciência já foi capaz de criar um software que escreve livros? Ou um que detecta mentiras? Veja a lista abaixo de alguns usos bizarros desse recurso.

    1  — Inteligência Artificial desenvolve peças de roupa

    A Amazon está desenvolvendo um software chamado Generative Adversarial Network, em que algoritmos vão coletar dados e desenvolver roupas, calçados e acessórios de moda a partir do zero.

    A ideia é que no futuro a empresa seja capaz de ditar as próximas tendências nas passarelas e concorrer diretamente com grifes como Dior, Dolce & Gabana e Gucci.

    A pergunta que fica é: você usaria um modelo de roupa criado apenas por robôs?

    Modelo Vlada Roslyakova durante desfile de moda do estilista Manish Ahora em Paris
    © AFP 2018 / Francois Guillot
    Modelo Vlada Roslyakova durante desfile de moda do estilista Manish Ahora em Paris

    2- Planadores capazes de voar por tempo indeterminado        

    A equipe da Microsoft Research está desenvolvendo um programa que tem como objetivo fazer com que planadores possam voar por tempo indeterminado. A inspiração da equipe é o mesmo mecanismo usado pelas aves.

    O equipamento será capaz de identificar locais de ar quente em que seja possível fazer com que a aeronave permaneça no ar e economize o máximo de combustível.  Ela seria capaz de buscar os locais de ar quente ascendente fazendo com que o planador voe com mais facilidade.

    Além da identificação, o mecanismo será capaz de prever as condições. Os testes iniciais estão sendo feitos em planadores para que não haja risco de acidentes em proporções grandes. Além da capacidade de previsão, os cientistas da Microsoft estudam a possibilidade de o planador voar usando como combustível a energia eólica ou solar. O que tornaria sua autonomia praticamente infinita.

    Assista ao vídeo.

    3 — Robô compositor

    A artista estadunidense Taryn Southern produziu um álbum inteiro só usando canções compostas por softwares de inteligência artificial.

    Chamado de "I AM IA" (Eu sou Inteligência Artificial, em português) será o primeiro disco feito só com músicas escritas pelo software.

    Veja abaixo o clipe da música "Break Free.

    4 — Detector de mentiras

    A startup Silver Logic Labs (SLL) está criando um software capaz de desvendar as emoções humanas e saber quando uma pessoa está mentindo ou falando a verdade.

    No entanto a ideia é pensada para que essas informações sejam utilizadas para auxiliar empresas a entenderem melhor os padrões de consumo. A partir dessa informação as empresas podem ter a real dimensão do impacto de um produto.

    Segundo Jerimiah Hamon, CEO da SLL, a ferramenta já consegue prever as taxas de audiência com uma eficácia mínima de 89%.

    5 — Inteligência artificial escreve um livro

    A falta de um livro final que encerre a saga de Game of Thrones fez com que o engenheiro de software chamado Zack Thoutt desenvolvesse uma inteligência artificial para escrever o sexto e último livro da série.

    A ferramenta foi alimentada com aproximadamente 5 mil páginas dos livros anteriores e através de algoritmos adivinhou o que pode acontecer no futuro da saga.

    A atriz Emilia Clark, interpretando a personagem Daenerys Targaryen durante uma cena de Game of Thrones.
    A atriz Emilia Clark, interpretando a personagem Daenerys Targaryen durante uma cena de "Game of Thrones."

    Segundo a máquina, Jamei vai matar Cerser, Varys vai envenenar Daenerys e Jon Snow vai andar de dragão. O livro é escrito pela perspectiva de Tyrion.

    Só saberemos se a invenção de Thoutt acertou ou não quando George R.R. Martin, autor da série, publicar o último livro da saga. A previsão é de que isso ocorra somente em 2019.

    Mais:

    Empresa japonesa apresenta 'robô avatar' em ação (VÍDEO)
    Robô Sophia 'se humaniza' ao lado de Cristiano Ronaldo
    Do robô Fyodor à respiração aquática: novos projetos da 'DARPA russa'
    Difícil mesmo é saber como funciona robô turco-americano
    China desenvolve robô sexual que em breve obterá inteligência artificial (VÍDEO)
    Tags:
    robô, inteligência artificial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik