08:37 14 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Representação artística de um buraco negro

    Pavilhão estranho faz lembrar buraco negro (VÍDEO)

    © NASA . ESA, and M. Kornmesser // A: Ming Sun (UAH), Serge Meunier
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10

    Na sua construção, o arquiteto britânico usou um material que absorve mais de 99 % da luz e que é considerado a substância mais negra do mundo.

    Na véspera dos Jogos Olímpicos de Inverno 2018 na cidade sul-coreana de Pyeongchang foi construído um pavilhão coberto por um material conhecido como Vantablack Vbx2, que absorve mais de 99 % da luz e é considerado a substância mais negra do mundo.

    O Vantablack consiste em nanotubos de carbono e, para fabricá-lo, foram utilizadas grandes quantidades de papel de alumínio.

    É tão escuro que os olhos humanos não conseguem distinguir o que está diante deles, sendo que o contorno se vê desfocado. Visualmente pode ser comparado com um buraco negro.

    O pavilhão de Pyeongchang é uma estrutura temporária do gigante automobilístico Hyundai e foi desenhado pelo arquiteto britânico Asif Khan.

    A fachada da instalação conta com centenas de lâmpadas que imitam estrelas no céu noturno. À primeira vista, as paredes do edifício parecem retas, mas na verdade são côncavas.

    Mais:

    Planeta quentíssimo com 2.500°C é o mais escuro da nossa galáxia?
    Nevoeiro de radiação transforma cidade russa em Silent Hill (FOTOS)
    Espetacular fenômeno raro ilumina céu dos EUA (VÍDEO)
    Ondas luminescentes aparecem em famosa região da Califórnia (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    buraco negro, material, luz, escuro, edifício, construção, Jogos Olímpicos de Pyeongchang em 2018, Coreia do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik