13:33 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Um furacão em Júpiter, Rachel Region, fotografado pela câmera JunoCam durante seu oitavo voo

    Conheça cintura aérea que rodeia Júpiter (FOTO)

    © NASA. NASA/SwRI/MSSS/Shawn Handran
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 90

    A sonda espacial da agência espacial norte-americana NASA conseguiu capturar uma imagem inédita em que as nuvens de Júpiter cingem o Polo Sul do gigante gasoso.

    De acordo com a NASA, a foto foi tirada em dezembro de 2017 quando a sonda realizava sua décima aproximação a Júpiter. Naquele momento, a nave espacial se encontrava à distância de 13 mil km das nuvens do planeta.

    Nuvens de Júpiter tiradas pela sonda espacial Juno
    Nuvens de Júpiter tiradas pela sonda espacial Juno

    A sonda Juno partiu para Júpiter em agosto de 2011 e aproximou-se do planeta em julho de 2016, posicionando-se em uma órbita estável.

    As missões da sonda são muito variadas, mas seu objetivo principal é saber mais sobre a atmosfera, o núcleo e os campos magnéticos e gravitacionais de Júpiter. Até agora, Juno tem tirado fotos dos polos de Júpiter, registrando fenômenos estranhos, tais como a formação de nuvens e auroras polares no planeta gasoso.

    A cada 53 dias, a sonda espacial se aproxima do planeta, registra imagens e volta a uma distância mais segura, para se proteger da radiação intensa.

    Espera-se que a nave espacial permaneça em órbita até fevereiro de 2018, quando deve mergulhar na atmosfera do planeta.

    Mais:

    NASA divulga imagem esplêndida das nuvens rendilhadas de Júpiter (FOTO)
    'Rendez-vous' espacial: Vênus e Júpiter brilharão juntos na madrugada de 13 de novembro
    Sonda Juno captura FOTO de sombra enorme da lua de Júpiter
    Perigoso, mas encantador: Cores brilhantes das tempestades de Júpiter (FOTOS)
    Origem das auroras de Júpiter surpreendeu até mesmo a NASA
    Tags:
    nuvens, missão espacial, sonda espacial, planeta, Juno, NASA, Sistema Solar, Júpiter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik