06:20 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Matéria escura no Universo

    Ponte entre mundos: vida alienígena pode ter colonizado a Terra há milhões de anos

    © flickr.com/ NASA Goddard Space Flight Center
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1100

    É possível que a vida na Terra tenha começado depois de pequenas formas de vida alienígenas terem alcançado um planeta estéril em um fluxo de poeira espacial, concluiu um novo estudo realizado por astrônomos da Universidade de Edimburgo.

    O estudo liderado pelo professor da Faculdade de Física e Astronomia da Universidade de Edimburgo, Arjun Berera, presumiu que fortes correntes de poeira cósmica, deslocando-se a velocidades de até 70 km por segundo, podem transportar pequenos organismos vivos capazes de sobreviver a esta jornada espacial.

    Além disso, o estudo postula que rajadas rápidas de poeira espacial, impactando no nosso planeta regularmente, podem enviar pequenas formas de vida terrestres voando a 150 km ou mais acima da superfície da Terra, de onde podem ser levadas pelas rajadas de poeira cósmica. Isso significa que, teoricamente, a poeira espacial pode levar organismos vivos terrestres a outros planetas também.

    A hipótese da poeira espacial é acrescentada à teoria existente, mantida há muito tempo por astrônomos, sugerindo que os impactos de asteroides e cometas são o método natural mais provável, ou até o único, para transportar vida a longas distâncias entre planetas.

    Várias espécies de bactérias, plantas e organizamos pequenos, como a tardigrada (na foto acima), são provavelmente capazes de sobreviver no espaço aberto por períodos longos
    Várias espécies de bactérias, plantas e organizamos pequenos, como a tardigrada (na foto acima), são provavelmente capazes de sobreviver no espaço aberto por períodos longos

    A teoria, conhecida como panspermia, tem implicações incríveis sobre a vida alienígena, incluindo a possível origem da vida na Terra. Cerca de 100.000 quilos de poeira espacial caem no nosso planeta todos os dias.

    Em um comunicado de imprensa, Berera assinalou que "a suposição de que colisões de poeira espacial poderiam empurrar organismos por distâncias enormes entre planetas, cria algumas perspectivas impressionantes explicando como a vida e as atmosferas de planetas se originaram".

    "As correntes de poeira espacial rápidas foram encontradas em todos os sistemas planetários e podem ser um fator comum na proliferação da vida", acrescentou ele.

    Mais:

    China promete realizar 'transformações revolucionárias' para conquistar o espaço
    Astronauta grava inédita queda de meteoro vista do espaço (VÍDEO)
    Tags:
    vida, alienígenas, espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik