11:15 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Neurocirurgião Sergio Canavero discursa durante uma conferência na Escócia, 18 de novembro de 2016

    Primeiro transplante de cabeça está mais perto após experimento bem-sucedido em cadáver

    © AP Photo / Scott Heppell
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    310
    Nos siga no

    Os resultados de um transplante de cabeça realizado em um cadáver humano indicam que a operação em seres humanos vivos pode ser possível, segundo declaração do cirurgião italiano que pretende ser o primeiro médico a realizar o feito na história.

    O primeiro transplante de cabeça humana do mundo foi realizado com sucesso em um cadáver na China, sugerindo a possibilidade do procedimento ser realizado em uma pessoa viva, disse o médico italiano Sergio Canavero durante uma coletiva de imprensa em Viena nesta sexta-feira, de acordo com The Telegraph.

    O transplante foi realizado por uma equipe liderada pelo Dr. Xiaoping Ren, na Universidade Médica de Harbin, em uma operação que durou 18 horas. Durante a operação, foi possível conectar a coluna vertebral, os nervos e os vasos sanguíneos. Canavero prometeu uma operação em um ser humano vivo em breve.

    De acordo com o jornal, Canavero não forneceu nenhuma prova concreta de suas declarações, mas prometeu que um "artigo será divulgado em alguns dias".

    "Todos disseram que era impossível. Mas a cirurgia foi bem-sucedida", acrescentou o cirurgião.

    O especialista em computação russo, Valery Spiridonov, de 31 anos, que sofre de uma doença degenerativa incurável, se voluntariou para ser o primeiro paciente de Canavero.

    Canavero planeja realizar a primeira operação de transplante de cabeça do mundo em dezembro, embora a data exata e o local ainda não tenham sido determinados.

    Mais:

    Médico italiano transplantará cabeça a um paciente russo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar