04:35 09 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    OVNI

    Em busca de extraterrestes: NASA revela segredos essenciais para encontrá-los

    CC0 / tombud / OVNI
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    131
    Nos siga no

    De que modo e com que meios vale a pena buscar alienígenas? Especialistas em exploração espacial revelam o que é necessário para encontrar exoplanetas habitáveis ou vida inteligente.

    A Terra é o único lugar do universo que abriga vida ou há chances de existir seres inteligentes em outras partes do espaço? Como reconhecer os sinais que indicariam a presença de seres extraterrestres? Cientistas da NASA respondem a estas preguntas.

    Segundo supomos, o nosso planeta é o único corpo celeste habitado e, por tanto, o único objeto de estudo direto disponível para avançar nesta missão. Mas conhecimentos humanos e tecnologias para observar a Terra do espaço podem ser aplicados em outros candidatos a mundos habitáveis.

    Durante décadas de trabalho intensivo na área, a NASA já conhece todos os fatores-chave para busca de vida extraterrestre.

    Clima favorável

    Até agora conhecemos pelo menos 3.500 exoplanetas que se encontram em mais de 2.700 sistemas estrelares. Para verificar se possuem as condições necessárias para surgimento ou presença de vida, astrônomos estão investigando os que "poderiam possuir clima que permita a vida" através dos mesmos modelos que utilizamos para predizer mudanças climáticas na Terra, explica Tony del Genio, codiretor da iniciativa de busca de vida extraterrestre.

    Água em estado líquido

    Outro fator importantíssimo é água em estado líquido, um elemento indispensável para a existência de todas as formas de vida que conhecemos.

    Por esta razão, os cientistas calcularam as distâncias entre os exoplanetas descobertos e suas estrelas com objetivo de determinar quais deles poderiam ter temperaturas adequadas para conter água em estado líquido.

    Atividade tectônica

    As buscas estão em constante aprimoramento; elas procuram detectar também se há ou não atividade tectônica nos planetas-candidatos através do derretimento das camadas de gelo devido à fricção. Além disso, a presença de minerais na superfície e de trações da atividade vulcânica ajudam a diferenciar os planetas gasosos dos rochosos, candidatos a ser habitáveis.

    20 anos?

    Todos os cientistas envolvidos na busca de vida alienígena estão convencidos de que algum dia esta seja descoberta. No entanto, a maioria deles não concorda com a data exata desse "evento significativo".

    Assim, enquanto Tony del Genio estima que a humanidade completará essa missão "em 20 anos", outros especialistas, por exemplo, Andrew Rushby, do Centro de Investigação Ames da NASA, recordam que já estamos falando desse número "nos últimos 50 anos", portanto ele não crê que esta "é uma questão de décadas".

    Para descobrir um exoplaneta habitável precisamos encontrar um corpo celeste relativamente próximo da Terra que tenha órbita e tamanho adequados e possua sinais de vida suficientemente claros para nosso reconhecimento, explicou Renyu Hu, do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, adicionando que a "sorte" ajuda nessa hora de buscar vida longe de casa.

    Mais:

    Planeta cheio de mistérios: ufólogos detectam espaçonave extraterrestre em Marte (VÍDEO)
    As implicações da vida extraterrestre oceânica
    Segredos do Planeta Vermelho: nave extraterrestre é vista na superfície de Marte (FOTO)
    Teoria do grande filtro: por que não encontramos vida extraterrestre
    E essa nave extraterrestre leiteira? Japão surpreende na hora de fazer marketing
    Tags:
    investigação científica, alienígenas, ET, habitável, planeta, condições, extraterrestre, vida inteligente, busca, exoplanetas, Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, NASA, Sistema Solar, Sol, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar