07:10 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    280
    Nos siga no

    Arqueólogos do Instituto de Arqueologia da Academia de Ciências da Rússia, ao realizar escovações durante construções da estrada Tavrida, descobriram nos arredores da cidade de Kerch, na Crimeia, a base de uma casa de campo da época do Império Romano, onde viveram representantes da "classe média" do Reino do Bósforo.

    Sobre o achado comunicou a assessoria de imprensa do instituto.

    "Esta casa de campo […] demonstra muito bem a vida cotidiana de um bósforo da classe média. Durante escovações, não encontramos coisas importadas caras, nem moedas de ouro e de prata, nem artigos de luxo, mas, sim, encontramos louça, ferramentas, joias baratas, estatuetas, incluindo marionetes terracotas […] que serviam como 'Barbie helenística': eram brinquedos", conta Sergei Vnukov, chefe da expedição do Instituto de Arqueologia da Academia de Ciências da Rússia.

    A expedição liderada por Vnukov foi iniciada no segundo trimestre de 2017 para realizar escovações na área de construções na estrada Tavrida. Durante as obras, a 15 quilômetros de Kerch, arqueólogos encontraram um acampamento da época da Idade do Bronze: louça esculpida, fragmentos de ferramentas de pedra, restos de construções, sepultamentos e várias figuras antropomorfas estão na lista dos achados na zona ocidental.

    Base de construções antigas, encontrada na Crimeia
    Base de construções antigas, encontrada na Crimeia

    Já na área oriental arqueólogos encontraram restos de casas, pátios e ruas, construção redonda semelhante a uma torre, restos de várias construções da época medieval e sepultamentos de diversas épocas. De acordo com o cientista, grande parte das construções foi danificada durante a época soviética.

    Vnukov explica que as bases das construções são do século I da era comum. Naquela época, o território era ocupado pelo Reino do Bósforo.

    "Aqui viviam proprietários não muito ricos, ou arrendatários, da classe média. Tinham vários escravos ou pagavam por trabalhadores braçais para exploração agrícola de seu solo", acrescentou Vnukov.

    Durante escovações, foram encontrados vários fragmentos de vasos de cerâmica da época romana, vários elementos de estatuetas terracotas e joias. Também vale destacar luminárias de cerâmica, em uma delas há a imagem de um centauro. 

    Itens encontrados no local das escovações: vaso de vidro de sepultamento, luminária de cerâmica com um centauro desenhado, figura antropomorfa, fragmento de estatueta terracota
    Itens encontrados no local das escovações: vaso de vidro de sepultamento, luminária de cerâmica com um centauro desenhado, figura antropomorfa, fragmento de estatueta terracota

    Além disso, arqueólogos encontraram itens pessoas dos antigos moradores da região, bem como moedas dos séculos I e II.

    Mais:

    Arqueólogos russos encontraram nova múmia e sarcófago no Egito (FOTO)
    Melhor presente para arqueólogos: túmulo de Papai Noel pode ter sido encontrado! (FOTOS)
    Tags:
    arqueologia, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar