03:09 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0140
    Nos siga no

    Os empresários estrangeiros pedem regularmente à empresa russa Tupolev para produzir um avião de passageiros supersônico com base nos famosos bombardeiros russos. O vice-diretor-geral da empresa comenta a possibilidade de desenvolver um avião comercial deste tipo.

    Segundo o alto funcionário do gabinete de projetos Tupolev, os homens de negócios estrangeiros "sonham" com um avião supersônico privado baseado na tecnologia do Tu-160 ou Tu-22M3.

    Entretanto, a empresa se recusa a produzi-lo: as tecnologias do Tu-160 são ainda secretas e vender um avião semelhante "não se sabe a quem" seria um erro para a indústria aeronáutica russa.

    No entanto, o vice-diretor-geral da empresa Tupolev, Valery Solobozov, não descartou a possibilidade de produzir um avião comercial supersônico completamente novo. A aeronave poderia ter capacidade para 20-25 passageiros e percorrer milhares de quilômetros em poucas horas.

    Solobozov sublinhou que a produção de um avião de passageiros supersônico exige recursos financeiros consideráveis.

    "A criação de um avião deste tipo é possível. Somos capazes de projetá-lo se tivermos clientes", afirmou ele.

    Solobozov explicou que a nova aeronave seria mais barata que uma baseada no Tu-160 ou Tu-22M3, porque um avião de passageiros exigiria tecnologias e mecanismos menos sofisticados, por exemplo, ele não precisaria do algoritmo de mudança do ângulo das asas em fecha, amplamente usado nos bombardeiros Tupolev.

    Mais:

    Cisne Negro usa a dança para ajudar crianças em hospitais de São Paulo
    Cisne branco: será este o bombardeiro russo do futuro?
    Tags:
    Rússia, Tupolev, Tu-160, Tu-22M3
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar