00:21 15 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    312
    Nos siga no

    A Fundação de Pesquisas Avançadas (FPI, na sigla em russo) planeja elaborar um 'construtor' de robôs de combate, declarou o diretor de projetos do Centro Nacional de Desenvolvimento de Tecnologias e Elementos Básicos da Robótica da FPI, Dmitry Surkov.

    "Foi iniciada a realização do projeto para criação do modelo de demonstração do sistema robótico experimental com plataforma 'livre', que é caracterizada por sua estrutura modular", declarou Surkov.

    Além do mais, prevê-se que não só a estrutura da plataforma, mas também as tecnologias do software vão ser livres, o que possibilita o processamento autônomo de informação e ajustamento dos algoritmos do controle intelectual.

    Como declarou o diretor da empresa, graças ao "construtor", os investigadores e programadores russos serão capazes de analisar e avaliar a efetividade de diferentes módulos do sistema e algoritmo, usados por eles.

    "Ao mesmo tempo, o uso desta ferramenta permitirá aos especialistas de diferentes órgãos de segurança especificar suas exigências e caraterísticas dos robôs autônomos de combate", adicionou.

    Destaca-se que o uso do sistema acessível a todos ajudará a criar robôs da nova geração para uso militar.

    "O desenvolvimento de sistemas robóticos terrestres deve implicar o aumento da capacidade de realizar operações de modo autônomo e redução gradual da participação do operador no controle sobre tais sistemas robotizados", assinalou Surkov.

    O funcionário acrescentou que os robôs devem ser aptos para funcionar em grupos a fim de cooperar efetivamente com drones que realizam tarefas de reconhecimento e vigilância.

    Mais:

    Quem será responsável pelas ações autônomas dos robôs?
    Putin revela o que pode ser mais perigoso que bomba atômica para humanidade
    Sem precedentes: Rússia vai organizar competições de robôs militares
    Tags:
    módulo, segurança, reconhecimento, robotizado, vigilância, robô, Fundo de Pesquisas Inovadoras (FPI), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar