05:17 24 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Túmulos

    Na fronteira entre 2 mundos: cientistas revelam o que sentem pessoas após morrer

    CC BY 2.0 / Raymond Brow / German Soldier Graves
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    103131170

    Segundo afirmam cientistas da Universidade de Nova York, após a morte as pessoas se dão conta de que elas morreram e do que está acontecendo ao seu redor.

    Especialistas da Escola de Medicina Langone da universidade norte-americana estabelecem a morte no momento em que o coração para: o sangue deixa de chegar ao cérebro, o que provoca a parada quase imediata de seu funcionamento.

    Como resultado, as células cerebrais começam a morrer. No entanto, o líder da pesquisa, Sam Parnia, acredita que este processo pode levar até algumas horas depois da morte clínica.

    Além disso, segundo a pesquisa, a consciência humana continua trabalhando por algum tempo após o coração ter parado. "Na primeira fase da morte", as pessoas ainda podem possuir alguns sinais de consciência. A prova disso são os vários casos em que pessoas que sobreviveram a uma parada cardiorrespiratória conseguiram descrever em detalhes o que estava acontecendo em seu redor após a morte clínica.

    "Elas podem descrever que viram médicos e enfermeiras trabalhando, ouvindo suas conversas por completo […], ou seja, fatos que eles não poderiam saber de outro modo", comentou Parnia, citado pela edição LiveScience.

    Segundo o pesquisador, tais memórias foram também confirmadas por médicos, surpreendidos pelo fato de seus pacientes, que de fato estavam mortos, lembrarem-se de todos estes detalhes.

    Mais:

    Cientistas descobrem nova espécie de orangotango surgida há 3 milhões de anos
    Cientistas russos criam trigo resistente a frio e doenças
    Tags:
    vida, morte, ciência, descoberta, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik