18:55 18 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Rosto de um homem na Rússia durante inverno

    Cientista: Terra está entrando em ciclo de 35 anos de geadas extremas

    © Sputnik / Ruslan Shamukov
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    482

    Uma série de clarões solares, que ocorreu no início de setembro, pode provocar geadas extremas neste inverno – do hemisfério Norte, declarou o diretor do Instituto Internacional de Criologia e Criosofia da Universidade Estatal de Tyumen, Vladimir Melnikov, citado pelo portal russo Ridus.

    Segundo o cientista, o ciclo frio de meados do século XX pode voltar devido às baixas atividades do Sol.

    Melnikov explicou que fez a sua previsão usando dados relacionados à mudança no pergelissolo, pois os eventos nestes solos permanentemente gelados são semelhantes aos da atmosfera. Segundo o especialista, a Terra entra agora no ciclo de 35 anos do pergelissolo e as primeiras geadas chegarão neste inverno.

    No dia 6 de setembro, foi observado que no Sol ocorreu um clarão que, segundo os astrônomos, foi o mais forte dos últimos 12 anos, tendo alcançado uma intensidade de X9,3.

    Entretanto, nem todos os cientistas compartilham a opinião de Melnikov. Não há sinais de resfriamento global, disse o biológo Rashit Khantemirov, pois a vegetação e os animais não mostram mudança alguma. O cientista sublinhou que agora o fator principal, que indica resfriamento, é um grande volume de dióxido de carbono na atmosfera, que interrompe a influência de todos os fatores naturais.

    Mais:

    Rússia protegerá sua infantaria com 'barreira antitanque'
    3 maiores êxitos da Rússia que mudaram completamente situação militar na Síria
    EUA abrem 'nova frente' em sua disputa com Rússia
    Tags:
    clarão, tempo, clima, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik