22:33 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Saturno

    Destino pré-determinado: Cassini voa ao encontro de sua morte (VÍDEO)

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3122840

    A sonda espacial Cassini transferiu para a Terra os últimos vídeos e fotos dos gêiseres do Encélado – lua de Saturno – que arremessam fluxos de água quente para o espaço infinito.

    As últimas imagens, captadas pela nave espacial, mostram fluxos líquidos que sobem para o espaço, saindo do Polo Sul do satélite de Saturno, Encélado, informa o laboratório de Propulsão a Jato da NASA.

    ​Trata-se da última vez a sonda veterana da NASA olhou para trás na esperança de observar o Encélado. A NASA já recebeu as fotos da lua e dos gêiseres do satélite natural, que arremessam água a algumas dezenas de quilômetros rumo ao espaço.

    Esses gêiseres são formados no Polo Sul da lua, nas assim chamadas faixas de tigre — uma série de rachaduras, descobertas pela Cassini nos primeiros dias de sua missão na órbita do "senhor dos anéis".

    Em breve, a sonda espacial da Agência Espacial norte-americana, Cassini deixará de viver — nesta semana ela deu início ao seu 22º e último voo ao redor de Saturno no âmbito da última fase de sua missão chamada de Grande Final. Em 15 de setembro, a Cassini entrará nas camadas densas de Saturno e entrará em combustão. Mas antes disso, enviará todas as informações para a Terra a uma distância de Saturno nunca antes atingida.

    Mais:

    NASA detecta moléculas necessárias à vida em satélite de Saturno (VÍDEO)
    Sonda Cassini detecta anomalias inexplicáveis de Saturno
    Ex-funcionário da NASA: extraterrestres estacionam aparelhos nos anéis de Saturno
    Conheça detalhes da lua mais 'acrobática' de Saturno! (FOTO)
    Pesquisa dissipa dúvidas sobre a existência de vida em lua de Saturno
    Tags:
    gêiser, voo, sonda espacial, lua, missão, morte, satélite, Cassini, Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), NASA, Encélado, Saturno
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik