11:48 25 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    952
    Nos siga no

    O asteroide gigante Florence, o maior já registrado pela agência espacial dos Estados Unidos, a NASA, passará pela Terra nesta sexta-feira, 1 de setembro. Mas os cientistas garantem que não há motivos para temer.

    Descoberto no início dos anos 1980, esse corpo celeste possui mais de 4 quilômetros de diâmetro, tamanho suficiente para causar um grande estrago caso sua trajetória incluísse um choque contra o nosso planeta. 

    "Enquanto muitos asteroides conhecidos passaram mais perto da Terra do que o Florence fará no dia 1 de setembro, todos eles foram estimados como menores", afirmou o diretor do Centro para Estudos de Objetos Próximos à Terra, Paul Chodas. "Florence é o maior asteroide a passar pelo nosso planeta assim, tão perto, desde que o programa da NASA para detectar e rastrear asteroides perto da Terra começou", destacou. 

    A passagem "próxima" estimada pela agência é de 7 milhões de quilômetros de distância, o que corresponde a 18 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

    Mais:

    'É perto para caramba': asteroide se aproximará da Terra em breve
    Asteroide gigante passou perigosamente perto da Terra e só foi notado dias depois
    Grande asteroide como campo de futebol passará muito próximo da Terra neste domingo
    Tags:
    Florence, asteroide, NASA, Paul Chodas, Espaço, Terra, Lua, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar