20:07 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Galaxia NGC 4945

    Nuvem 'de álcool' manda sinais de galáxia vizinha (FOTO)

    CC BY 2.0 / Dwilliams851 / NGC4945
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    193410

    Uma equipe internacional de astrônomos australianos e chineses detectou sinais provenientes de uma nuvem de metanol na galáxia NGC 4845, localizada à distância de quase 12 milhões de anos-luz da Terra.

    A investigação foi publicada no site arXiv.org pela equipe de investigadores dirigida por Tiege McCarthy, da Universidade da Tasmânia em Hobart (Austrália).

    ​As nuvens de metanol atuam como maseres gigantes — fontes de radiação de micro-ondas. Geralmente, as líneas de maser de metanol podem ser detectadas em regiões de formação de estrelas de grande massa.

    De acordo com a equipe, é bastante comum as encontrar na Via Láctea. Até agora, os planetólogos já as encontraram em mais de 1.200 fontes na galáxia.

    Esta nuvem de metanol foi descoberta através do telescópio australiano Telescope Compact Array. O maser se situa ao sul do centro da galáxia NGC 4845 e é uma fonte de radiação de 36,2 GHz.

    Segundo os investigadores, sua luminosidade é cinco vezes mais forte do que a de outros maseres similares desta classe. Além disso, ele é 90 vezes mais brilhante do que a radiação de micro-ondas detectada na zona molecular central da Via Láctea.

    O metanol é o álcool monohídrico mais simples, conhecido também pelas suas caraterísticas tóxicas, e é um elemento crucial de muitos elementos orgânicos complexos.

    Mais:

    NASA mostra como o maior asteroide na história se aproximará da Terra (VÍDEO)
    NASA vai explorar a origem das misteriosas 'tatuagens' lunares (FOTOS)
    Por que o próximo eclipse solar é tão importante? A NASA explica
    Que experimento fará NASA durante eclipse solar?
    Tags:
    astrônomo, nuvem, ondas, Via Láctea, sinais, álcool, radiação, galáxia, Terra, Austrália, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik