15:35 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    560
    Nos siga no

    Os cientistas do Instituto Tecnológico de Harbin modificaram o modelo do propulsor cilíndrico a efeito Hall, utilizado em veículos espaciais, onde o propelente é acelerado através de um campo elétrico.

    "O modo mais prático de alterar a dinâmica do fluxo neutral no canal de descarga é a alteração do método de injeção de gás ou da morfologia geométrica do canal de descarga", explica Liqiu Wei, um dos autores do estudo publicado na revista Physics of Plasmas, citado pelo EurekaAlert.

    Graças ao software Comsol, os especialistas selecionaram uma construção do bocal de injeção que garante a densidade e alta homogeneidade do gás no canal de descarga, o que, por sua parte, permitiu aumentar o empuxo.

    Os resultados do experimento realizado pelos investigadores confirmam a teoria inicial. Em particular, o impulso específico do motor foi aumentado em uns 53,5% quando a tensão de descarga estava dentro do intervalo 100-200 volts.

    Mais:

    China se torna a primeira a transmitir dados a partir de satélite de comunicação quântica
    Boa ideia: ensinar a inteligência artificial a ganhar guerras
    Caças furtivos russos de 5ª geração poderão controlar o espectro eletromagnético
    Assim será o primeiro táxi voador para 2 passageiros (VÍDEO)
    Tags:
    estudo, experimento, energia, propulsores, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar