00:38 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Galáxia na constelação de Virgo, imagem tirada pelo telescópio Hubble

    Astrônomos captam sinal anômalo de estrela próxima da Terra

    © Foto: ESA/Hubble & NASA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1254140

    Os astrofísicos do observatório de Arecibo, em Porto Rico, detectaram sinais de rádio estranhos provenientes da estrela Ross 128, que fica a uma distância de 11 anos-luz da Terra na constelação da Virgem, informa o Rossiyskaya Gazeta.

    Segundo comunicou o astrobiólogo Abel Méndez da Universidade de Arecibo ao Business Insider, os primeiros impulsos estranhos foram detectados em maio de 2017, comunica o Rossiyskaya Gazeta.

    Os impulsos se repetiram após várias semanas.

    "Durante uma observação de dez minutos foi detectado um sinal que se distingue, não só das emissões típicas de outras estrelas, mas que é único mesmo para a Ross 128. Anteriormente tínhamos detectado sinais de frequências mais altas", comunicou o astrônomo.

    Os cientistas ainda não conseguiram detectar a origem desses sinais específicos. De acordo com Méndez, a versão de uma fonte extraterrestre existe, mas a Ross 128 é uma estrela anã vermelha, que de vez em quando incinera todo o espaço à volta dela.

    ​De acordo com o astrônomo sênior do projeto SETI Seth Shostak, é mais provável que os impulsos estranhos tenham interferência terrestre.

    "É assim na maioria dos casos. Agora existe apenas um sinal do espaço que possa ser enviado por extraterrestres – é o sinal Wow", acrescentou o cientista, adiantando que ele vai tentar estudar a emissão da Ross 128 usando o telescópio potente da Califórnia.

    O grupo de astrônomos que trabalha no observatório de Arecibo planeja realizar mais estudos dos sinais estranhos cujos resultados podem ser conhecidos já em breve.

    Mais:

    Cientistas decifram sinal de outra galáxia
    Cientistas dos EUA começaram a estudar sinal 'alienígena' captado por russos
    Tags:
    estudo, estrelas, astrofísica, extraterrestre, sinal, cientistas, observadores, Porto Rico, Terra, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik