04:48 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    351
    Nos siga no

    As fotografias da Grande Mancha Vermelha, que a sonda norte-americana Juno tirará assim que se aproximar de Júpiter, serão transmitidas para nosso planeta no dia 14 de julho, comunica a NASA.

    De acordo com tweets escritos pelos operadores da sonda Juno, "hoje à tarde, às 18h55 [horário de Washington], [17h55 horário de Brasília], sobrevoarei perto da Grande Mancha Vermelha de Júpiter; as fotos serão recebidas em 14 de julho".

    ​Assim, a sonda Juno se aproximará das nuvens do planeta a 3.500 km de distância, mais precisamente às 17h55 do dia 11 de junho; após 11 minutos e 33 segundos a 39.700 km de distância da superfície do planeta, a sonda sobrevoará a Grande Marcha Roja a apenas 9.000 km dela.

    Grande Mancha Vermelha de Júpiter
    © NASA . NASA Goddard
    Grande Mancha Vermelha de Júpiter

    A sonda Juno partiu para Júpiter em agosto de 2011 e em 2016 se aproximou do planeta, posicionando-se em órbita estável. Juno está orbitando Júpiter há exatos 53,4 dias.

    Espera-se que nave espacial permaneça lá até fevereiro de 2018, quando deve mergulhar na atmosfera do planeta. Todavia não se sabe se a missão será prolongada.

    A Grande Mancha Vermelha é o disco notável do maior planeta do Sistema Solar, sendo na verdade uma tempestade ativa de uns 16 mil quilômetros de diâmetro. Segundo a NASA, ela provoca interesse dos cientistas desde 1830.

    Para ter noção de seu tamanho, o diâmetro da Terra, de 12.742 km, é pequeníssimo em comparação com o da Grande Mancha Vermelha.

    Mais:

    NASA captura imagens de 'galáxia oculta' (FOTO)
    NASA vai capturar imagens impressionantes da Grande Mancha Vermelha de Júpiter
    NASA protegerá Terra de asteroides
    Você não gosta do tempo na Terra? NASA mostra gigantescos furacões em Júpiter! (FOTO)
    Tags:
    atmosfera, órbita, planeta, sonda espacial, missão espacial, tempestade, Juno, NASA, Júpiter, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar