00:10 29 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0141
    Nos siga no

    Um cientista da cidade russa de Arkhangelsk acabou de patentear uma invenção para criar uma nova atmosfera em Marte, o que, teoricamente, poderia ajudar a controlar as condições climáticas e, assim, tornar possível a colonização no Planeta Vermelho.

    Aleksandr Popov, membro da Academia Internacional de Ciências, já possui oito patentes, todas ligadas à exploração de Marte. Para criar uma nova atmosfera no planeta, o pesquisador propôs utilizar as calotas polares de Marte, compostas de dióxido de carbono sólido e gelo. Segundo ele, a cada dois anos, essas calotas começam a "derreter" e atingir um estado gasoso, com o gelo permanecendo na superfície. 

    "Com a ajuda de um sistema de energia solar concentrada, isso pode ser convertido em vapor, que depois é transformado em névoa ou nuvens", explicou ele à Rossiyskaya Gazeta

    Em um segundo momento, conforme relatou Popov, poderia ser formada uma camada de ozônio no planeta, através de um método também patenteado por ele e muito mais simples do que as tentativas de outros cientistas: dióxido de carbono, para aumentar a temperatura e deixar o ambiente mais favorável. O cientista sugere utilizar um cabo de ferro liberando ácido nítrico. Durante as tempestades de poeira marcianas, as partículas carregarão o cabo com eletricidade por fricção. Uma descarga elétrica criada na atmosfera provocará a decomposição do dióxido em monóxido de carbono e oxigênio, levando à criação de uma camada de ozônio. 

    Para Popov, a colonização de Marte já está próxima, podendo começar em 20 ou 30 anos. Atualmente, ele trabalha na melhoria da eficiência de suas invenções, a fim de deixá-las mais acessíveis e práticas. 

    Mais:

    Equipamento extraterrestre? Ufólogo detecta artefato muito estranho em Marte (VÍDEO)
    Ufologia apaixonante: algo muito inesperado é encontrado em Marte (VÍDEO)
    NASA fascina com 'Batmóvel' desbravador de Marte (FOTO, VÍDEO)
    NASA expõe os problemas que impedem lançamento de nave espacial a Marte
    Tags:
    Rússia, Marte, Espaço, Aleksandr Popov, Academia Internacional de Ciências, Rossiyskaya Gazeta, oxigênio, atmosfera, dióxido de carbono, carbono, monóxido de carbono, camada de ozônio, ozônio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar