23:22 15 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    A figura de um extraterrestre em um estacionamento na cidade de Baker, estado norte-americano de Califórnia. Foto de arquivo, 10 de maio de 2015

    Vida extraterrestre – fantasia ou realidade? Cientistas afinal sabem a resposta

    © AFP 2019 / FREDERIC J. BROWN
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1250
    Nos siga no

    A água afetada pela radiação é o ambiente certo para a formação de microrganismos extraterrestres, concluíram os cientistas do Texas, comunica o Physorg.

    Os cientistas do Texas modelaram o processo de decomposição do óxido de hidrogénio durante o processo de radiólise. 

    Se trata da desintegração dos elementos químicos influenciados pela radiação nuclear, comunica o Physorg

    Os cientistas chegaram à conclusão que, durante a radiólise da água, se liberta hidrogénio molecular, que pode ser a fonte de energia para as células vivas, incluindo microrganismos e bactérias. 

    ​A radiação surge durante o processo da desintegração dos isótopos de urânio, potássio e tório que existem no espaço. 

    No final da semana passada se soube que o satélite de Saturno Encélado pode ser habitado. Os dados de uma sonda da NASA mostraram que, por baixo do gelo, ocorrem reações químicas típicas da formação da vida extraterrestre. Há dois anos, foi encontrado um vulcão subterrâneo. Existe a hipótese de que, por baixo do gelo, haja um oceano. 

    Mais:

    NASA: Humanidade está à beira da descoberta de vida extraterrestre
    'Grande irmã' da Terra pode abrigar vida extraterrestre
    Tags:
    célula, vida extraterrestre, oceano, radiação, cientistas, pesquisa, Encélado, Texas, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar