13:42 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Os investigadores estabeleceram que os lugares mais quentes do planeta nos últimos 2.500 milhões de anos não são os desertos.

    A equipa, liderada por Esteban Gazel, professor do Instituto Politécnico e Universidade Estatal da Virginia, analisou a composição química dos antigos rios de lava preservados na Costa Rica. Verificou-se que, há muitos milhões de anos, a zona mais quente da Terra era o território que hoje abrange o Caribe, o Golfo de México, a América Central, até às ilhas Galápagos no oceano Pacífico. Sua recente investigação foi publicada na revista Nature Geoscience e fornece novas evidências sobre evolução termal da Terra.

    Os investigadores estudaram uma erupção ocorrida há cerca de 90 milhões de anos quando os dinossauros andavam pelo nosso planeta, cujas condições de cristalização são similares às do Komatiito. O Kamatito é uma rocha vulcânica única que surgiu há 2.500 milhões de anos quando o nosso planeta não era mais do que uma esfera de material fundido.

    A investigação sublinha que a temperatura dessa lava atingiu 1.500 graus Celsius. Essa lava "era tão quente que tinha um brilho incandescente branco em vez de vermelho e fluía pela superfície planetária com condições atmosféricas muito diferentes, mais semelhantes a Vénus do que ao planeta onde vivemos hoje", explica Gazel.

    Durante sua investigação, a equipa também examinou a composição da olivina — o primeiro mineral que se cristalizou a partir dessa lava. Além disso, eles estudaram outros minerais menores, importantes para revelar os segredos escondidos no fundo da Terra.  Segundo os resultados obtidos, os cientistas concluíram que essa lava provavelmente provinha do núcleo quente do manto das ilhas Galápagos, que começou a expelir lava há 90 milhões de anos e permanece ativo ainda hoje.

    Mais:

    Dê uma olhada nesta erupção solar poderosa! (VÍDEO)
    Quer churrasco? Jovens gravam vídeo na boca de vulcão prestes a entrar em erupção
    Vulcão Bogoslof entra em erupção no Alasca e dispara alerta vermelho para aviação
    Uma aventureira surfa ao redor de vulcão em erupção
    Tags:
    lava, investigação científica, erupção, vulcão, Caribe, Golfo do México, América Central, Galápagos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar