04:20 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Cápsula da Orion(NASA) no topo dos elevadores espaciais Delta IV

    NASA expõe os problemas que impedem lançamento de nave espacial a Marte

    © AP Photo/ Marta Lavandier
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    118018124

    Auditores da NASA recomendam que seja adiada a realização das duas primeiras missões da aeronave Orion por “problemas técnicos e financeiros”, que impedem o lançamento dela rumo à Lua em outubro ou novembro de 2018, diz o portal SpaceNews.

    "Lançar Orion ao espaço o mais tardar em novembro de 2018 será uma tarefa difícil para a NASA do ponto de vista técnico. Duvidamos que os engenheiros da NASA consigam resolver todos os problemas técnicos e verificar o equipamento técnico, bem como os hardwares e softwares do programa para realizar o projeto antes da data prevista do primeiro voo da Orion no âmbito da missão EM-1", cita SpaceNews o relatório dos inspetores da NASA.

    O veículo de lançamento reutilizável Orion está sendo desenvolvido nos EUA para servir como principal instrumento de transporte de astronautas ao espaço depois de o programa "Shuttle" ter sido suspendido em 2011. O objetivo-chave da futura Orion é levar os EUA mais uma vez à Lua e abrir as portas de Marte.

    Os planos também visam construir o veículo de lançamento de carga pesada SLS, que deve transportar a nave espacial Orion em outubro ou novembro de 2018, que, de acordo com os planos preliminares da NASA, dará uma volta ao redor da Lua. Por enquanto, a NASA não chegou à conclusão se a viagem será ou não tripulada, mas, em fevereiro deste ano, os representantes da agência não excluíram tal oportunidade.

    No entanto, a NASA, provavelmente, deverá adiar todos os planos, dado o relatório feito por Paul Martin, inspetor geral da NASA, de acordo com o qual a Orion não estará pronta para o voo até outono de 2018 por várias razões financeiras e técnicas.

    De acordo com SpaceNews, a culpa não é da NASA, pois, em fevereiro deste ano, as instalações da agência em Louisiana, onde deveria ser montado o foguete SLS, foram gravemente danificadas pela tempestade. A reparação demorará uns 2 a 3 meses, adiando para o mesmo prazo a data do lançamento do SLS.

    Outros problemas surgem da ideia de realizar voo tripulado para dar uma volta ao redor da Lua a bordo da Orion, sendo este o primeiro voo ao espaço da nave. Para que a ideia acima citada seja realizada são necessários estudos abrangentes e modificações do veículo. Precisamente, será necessário instalar um novo motor na Orion, que está ainda por ser desenvolvido e testado.

    Além disso, a administração do inspetor geral recomendou à NASA começar a planejar detalhadamente a estratégia do voo a Marte, que está ainda em fase inicial. Tais planos, na opinião de Paul Martin e de seus colaboradores, são necessários para canalizar de modo apropriado os recursos financeiros da agência e evitar demoras e custos excessivos.

    Mais:

    NASA descobre 'rios' metálicos na atmosfera de Marte
    Todos os olhos em Júpiter: NASA publica imagens deslumbrantes do planeta gigante (FOTOS)
    Tags:
    espaço, foguete, nave espacial, Orion, NASA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik