18:43 12 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Uma astronauta na Estação Espacial Internacional (imagem referencial)

    NASA revela por que fazer sexo no espaço é uma má ideia

    © Foto / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    133516
    Nos siga no

    A atividade sexual humana em condições de imponderabilidade pode levar a efeitos pouco agradáveis no organismo, além de apresentar dificuldades no desempenho devido à lei de gravitação universal, informa o portal Raw Story.

    Deste modo, segundo os especialistas da NASA citados pela mídia, a reprodução sexual evoluiu na Terra, onde existe um campo gravitacional presente. Porém, as condições espaciais não dispõem de gravidade suficiente para que seja possível efetuar um ato sexual, adianta o Raw Story.

    O fato é que, de acordo com a terceira lei de Newton, qualquer ação provoca uma reação igual, mas no sentido contrário, resultando que no espaço seria impossível realizar os movimentos sexuais e, ao mesmo tempo, "manter a conexão" com outro tripulante.

    Além disso, é preciso levar em consideração que "a ejaculação no espaço acontece a velocidade de 18 km/h", sublinham as fontes da NASA.

    No que diz respeito à reprodução, também seria pouco possível devido à radiação espacial que danifica o DNA e conduz a mutações genéticas, inclusive o cancro. Ademais, estas mutações são capazes de se transmitir à próxima geração.

    Além disso, as condições espaciais levam à perda de espermatozoides e a cessação de ovulação nas mulheres, de acordo com os resultados de vários experimentos com ratos.

    Mais:

    Experimento bem-sucedido: NASA afirma que pode cultivar batata em Marte
    Para baixo: NASA alerta que Califórnia poderá afundar
    Vida em Marte: NASA encontra método para tornar planeta vermelho habitável
    Tags:
    radiação, astronauta, sexo, Estação Espacial Internacional, NASA, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar