01:43 22 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Borboleta Neopalpa donaldtrumpi

    Espécie de borboletas recebe nome de Donald Trump

    © Foto: Nazari/Zookeys 2017
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    245350

    Ao descobrir uma nova espécie de borboletas, o entomólogo canadense, Vazrick Nazari, resolveu dar o nome de Donald Trump, presidente eleito dos EUA, revela a revista científica ZooKeys.

    Essa não é a primeira vez quando representantes da flora e fauna recebem nome de presidentes norte-americanos ou de outras personalidades. No ano passado, por exemplo, um peixinho tropical foi batizado de Barack Obama, uma espécie rara de vespas parasíticas ganhou o nome de Brad Pitt, e uma abelha do Brasil recebeu o nome de um dos pokémons do anime japonês.

    Nazari resolveu homenagear Donald Trump dando seu nome a uma espécie de borboletas descoberta por ele na ilha de Santa Catalina, na costa oeste da Califórnia. Mas por quê? A borboleta tem um "penteado" parecido ao de Trump, diz o cientista.

    O inseto Neopalpa donaldtrumpi pertence à espécie Gelechiidae, uma família bastante numerosa de borboletas que habitam a América do Norte. As lagartas deste tipo de borboletas são extremamente vorazes. A maioria das borboletas Gelechiidae possui coloração amarela, aproximando-se ainda mais ao magnata Trump.

    O cientista espera que o descobrimento dessa espécie de borboleta ajude a revelar a origem e a história evolutiva do Neopalpa donaldtrumpi e atraia atenção de políticos e do próprio Donald Trump quanto à questão da proteção da fauna das ilhas e da costa da Califórnia, onde espécies, muitas ainda não descobertas por cientistas, começam a se extinguir devido a mudanças climáticas.

    Mais:

    Donald Trump explica por que usa tanto Twitter
    EUA em alerta máximo para ataques terroristas na posse de Trump
    Tags:
    espécies, pokémons, mudanças climáticas, cientistas, Donald Trump, Barack Obama, Califórnia, América do Norte, Canadá, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik