04:19 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Vista pela cidade de Nápoles e vulcão Vesúvio, Itália (foto de arquivo)

    Supervulcão na Itália pode ameaçar vida de 500 mil pessoas

    © AFP 2017/ ROBERTA BASILE
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    4250321

    O supervulcão adormecido perto de Nápoles pode acordar em breve e, se isso acontecer, a região será palco de uma violenta erupção, avisa o grupo de cientistas no jornal Nature Communications.

    Especialistas italianos e franceses afirmam que na zona de Campos Flégreos, a noroeste de Nápoles, a pressão de gases no magma se aproxima da marca crítica, o próprio magma está subindo. Ao mesmo tempo, é impossível predizer se a erupção ocorrerá realmente e quando isso acontecerá, sublinhou Nature Communications

    Uma estrela cadente cruza o céu noturno atrás do farol em Pilsum, Alemanha do noroeste
    © AFP 2017/ MATTHIAS BALK / DPA
    Entretanto, o despertar do vulcão é uma ameaça potencial para os 500 mil italianos que moram na caldeira vulcânica dos Campos Flégreos – uma ampla depressão de terreno que circunda a cratera do vulcão. 

    Perto de Nápoles é observada atividade vulcânica desde os anos 1950. Foram detectados levantamentos de terreno, atividade sísmica e hidrotermal. Em 2012 as autoridades italianas levantaram o nível de ameaça na região de verde para amarelo, disse a AFP.

    A Caldeira de Nápoles formou-se 39 mil anos atrás, depois de uma erupção muito potente. O vulcão é considerado o mais potente na Europa nos últimos 200 mil anos e, segundo algumas avaliações, podia ter sido a razão da morte de Homem de Neandertal cerca de 40 mil anos atrás. A última erupção aconteceu em 1538 e foi muito menos potente que a precedente.

    Mais:

    Aquecimento global provoca crateras na Antártida
    Tags:
    catástrofe, erupção, vulcão, Nápoles, Itália
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik