21:44 28 Março 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    5201
    Nos siga no

    O quebra-gelo Vladivostok é o quebra-gelo não nuclear o mais potente da Rússia. O navio opera no mar Báltico e nos mares do Ártico sob bandeira da Federação da Rússia.

    O quebra-gelo Vladivostok foi construído por encomenda da Agência Federal de Transporte Marítimo e Fluvial nos estaleiros de construção naval de Vyborg. Ele é uma versão atualizada dos quebra-gelos Moskva e Sankt-Peterburg, construídos nos estaleiros Baltiysky Zavod. No dia 23 de setembro de 2015 no quebra-gelo Vladivostok foi içado o pavilhão russo. Em fevereiro de 2016, o quebra-gelo começou realizando escoltas de navios através do gelo.

    Em um comentário à Sputnik Turquia, o serviço de imprensa dos estaleiros de construção naval de Vyborg informou que os quebra-gelos do projeto 21900 M (o primeiro navio da série Vladivostok, o segundo — Murmansk e o terceiro — Novorossiysk) são capazes de superar uma espessura do gelo até 1,5 metros. O seu principal objetivo é a abertura de vias navegáveis para navios de grande porte, reboque, extinção de incêndios em objetos flutuantes e outras instalações, assistência a navios em perigo e transporte de cargas úteis.

    O correspondente da Sputnik falou com Dmitry Zakharov, perito-chefe do serviço de imprensa da Corporação Unida de Construção Naval, o consórcio que inclui os estaleiros de construção naval de Vyborg.

    Sputnik: O quebra-gelo Vladivostok, do projeto 21900 M, é o quebra-gelo diesel-elétrico mais potente entre todos os que operam na Federação da Rússia. Existem alguns análogos deste quebra-gelo no mundo?

    Dmitry Zakharov: O Vladivostok é o mais potente quebra-gelo diesel-elétrico não só na Rússia, mas, neste momento, no mundo.

    S: Qual é a diferença entre os quebra-gelos de linha do projeto 21900 M e outros quebra-gelos?

    DZ: Pode se dizer que as características distintivas do projeto 21900M, comparando com outros quebra-gelos diesel-elétricos, são a máxima automação de todos os processos, a área ilimitada de navegação e a capacidade de superar uma espessura do gelo até 1,5 m.

    Além disso, no projeto e desenvolvimento do Vladivostok foi atingido o mais alto grau de conforto para a tripulação de navio. Grandes cabines espaçosas, banheiros independentes, interiores e pisos de alta qualidade, foi dada uma atenção especial ao mobiliário e iluminação. Na Rússia, ainda não houve navios que pudessem competir com o Vladivostok em conforto.

    S: Será que o crescente interesse da Rússia no domínio da região ártica vai contribuir para a renovação da frota russa?

    Absolutamente. A exploração do Ártico, que se está desenvolvendo em uma série de áreas principais, estimula o desenvolvimento da construção naval. Podemos falar sobre o fato de que um dos catalisadores para a renovação da frota é o fortalecimento do papel da Rota Marítima do Norte como a mais curta rota marítima da Europa à Ásia. É para esta tarefa que a Corporação Unida de Construção Naval (OSK, sigla em russo) está agora construindo três quebra-gelos com 60 MW de capacidade. Outro incentivo adicional é a realização de projetos offshore. Também no estaleiro de Arktek Helsinki Shipyard há atualmente três navios que serão envolvidos. O terceiro é a necessidade de uma presença militar adicional na região. Para isso, os estaleiros do Noroeste vão construir uma frota de navios especiais de patrulha.

    As empresas que fazem parte da OSK possuem tecnologias únicas de construção de navios quebra-gelos acumuladas durante muitas décadas. Com isso, esses construtores navais procuram manter o passo com os novos tempos e responder rapidamente às solicitações que aparecem tanto do governo como de empresas privadas: para o Norte e o Ártico nós estamos construindo equipamentos offshore, navios de apoio e quebra-gelos.

    Assim, é óbvio que estaleiros nacionais, bem como a Rússia em geral, têm no Ártico boas perspectivas.

    • O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      © Sputnik / vyborgshipyard.ru
    • O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      © Sputnik / vyborgshipyard.ru
    • O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      © Sputnik / oaoosk.ru
    • O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      © Sputnik / oaoosk.ru
    • O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      © Sputnik / vyborgshipyard.ru
    • O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia
      © Sputnik / vyborgshipyard.ru
    1 / 6
    © Sputnik / vyborgshipyard.ru
    O lançamento do quebra-gelo Vladivostok, mais potente na Rússia

    Mais:

    Como o porta-aviões russo Admiral Kuznetsov compete com seus rivais dos EUA?
    Quais foram as causas do incidente com caça Su-33 do Admiral Kuznetsov?
    Caça Su-33 do porta-aviões russo Admiral Kuznetsov cai da pista ao mar durante pouso
    Marinha russa comenta escolta do porta-aviões Admiral Kuznetsov por navios da OTAN
    Tags:
    diesel, frota, quebra-gelo, navio, Cruzador Moskva, Vladivostok, Sputnik, Mar Báltico, Ártico, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar