03:11 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    A cratera grande de Occator, no planeta anão Ceres, iluminada de cores irreais para mostrar as diferenças no perfil da superfície

    NASA revela 'desenhos' misteriosos na superfície de Ceres

    © NASA. NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1023505176

    A NASA divulgou novas fotos deslumbrantes do planeta anão Ceres, capturadas pela nave espacial não tripulada Dawn, sendo que a agência planeja continuar a exploração das regiões entre Marte e Júpiter, ao longo do cinturão de asteroides do Sistema Solar.

    A sonda, lançada em 2007, primeiro viajou para o protoplaneta Vesta, ficando em sua órbita em julho de 2011. Já em 6 de março de 2015, a astronave entrou em órbita de Ceres e daí enviou dezenas de milhares de imagens e gigabytes de outros dados valiosos sobre este corpo celeste.

    ​Uma das imagens mais intrigantes foi revelada no início de outubro, quando a Dawn estava a cerca de 1500 km da superfície de Ceres em um ângulo em relação ao sol que mostrava reflexos curiosos que não tinham sido observados nas primeiras 4 voltas em órbita. A imagem mostra claramente regiões enigmáticas e luminosas no fundo da Cratera Occator do planeta anão, o que é considerado pelos cientistas como um sinal de recente atividade geológica.

    ​A grande Cratera Occator tem por volta de 92 quilômetros de largura e cerca de 4 km de profundidade. Segundo dizem os cientistas, o perfil invulgar da cratera talvez esteja relacionado ao líquido altamente mineralizado que sai do fundo em resultado de uma queda de asteroides. Supõe-se que o líquido tenha congelado e se sublimado, deixando os vestígios em forma de ‘desenhos' de sal.

    Outra imagem fascinante, feita com a ajuda do Centro Aeroespacial Alemão em Berlim, revela como o olho humano verá Ceres no comprimento de onda da luz natural. O tratamento colorido da imagem baseou-se na forma como o planeta anão reflete a luz em vários comprimentos de onda.

    A missão inicial da Dawn terminou em julho, mas a NASA prorrogou sua viagem já que a sonda continua funcionando. A nova órbita que a nave vai ocupar fica a cerca de 7250 km de Ceres, onde ela pode efetuar medições adicionais e melhorar os dados já existentes.

    Mais:

    Quando faltarem 5 dias para o apocalipse, a NASA advertirá
    NASA e Roscosmos discutem possível missão conjunta a Vênus
    NASA: Trump não vai desistir de pesquisas espaciais
    Tags:
    planeta anão, sistema solar, astronomia, órbita, nave espacial, cratera, ciência, espaço, NASA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik