03:07 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    3112
    Nos siga no

    Especialistas da Academia Russa de Ciências descobriram que a Crimeia está se movendo em direção à parte continental da Rússia a uma velocidade de 2,9 mm por ano.

    Cientistas russos passaram a monitorar a atividade das placas tectônicas na região logo após a reintegração da península à Rússia, em março de 2014.

    “Acontece que a Crimeia está se movendo em direção à Rússia” – afirmou Aleksandr Ipatov, especialistas do Instituto de Astronomia Aplicada da Academia.

    O estudo desse tipo de processo tectônico é muito importante para o desenvolvimento da tecnologia de interferometria de base larga (VLBI, na sigla em inglês) usada em radioastronomia, já que os cientistas precisam saber a distância exata entre as antenas usadas nessa área, e que, muitas vezes, são instaladas em continentes diferentes.

    Vista espetacular da ponte da Crimeia
    © Foto / Youtube/Sputnik
    Na Rússia, esse sistema é usado em Kvazar Kvo, um complexo de radioastronomia nacional que conecta os observatórios de Badary, na república de Buriácia, Zelenchukskaya, na república de Karachay-Cherkess, e Svetloe, na região de Leningrado.

    Vale destacar também que a Rússia está construindo uma grande ponte sobre o Estreito de Kerch para juntar a Crimeia à parte continental do país.

    Tags:
    aproximação, cientistas, Estreito de Kerch, Karachay-Cherkess, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar