06:43 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Planeta Júpiter

    Sonda Juno transmite primeiras fotos dos polos de Júpiter

    © NASA. X-ray: NASA/CXC/UCL/W
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1139851

    Pela primeira vez na história da humanidade, a sonda Juno recebeu as primeiras fotos dos polos norte e sul de Júpiter, que não se assemelham a nenhum outro corpo celeste do Sistema Solar, comunica a NASA (Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço).

    A entidade informa que Juno também registrou uma aurora polar e nuvens extremamente altas neste planeta.

    Segundo o chefe da missão espacial, Scott Bolton, "o polo norte de Júpiter possui cor azul mais acentuada em comparação com outras partes do planeta e tem muitas tempestades".

    A sonda Juno percorre o nosso Sistema Solar há cinco anos, tendo começado sua missão em agosto de 2011. Na semana passada, a sonda se aproximou de Júpiter à distância mínima, ficando apenas a 4,2 mil quilômetros das camadas mais altas da atmosfera do planeta,  voando à velocidade de 208 mil quilômetros por hora.

    As primeiras imagens deste voo já foram mostradas pela NASA e, neste final de semana, aparecerão outras fotos únicas e detalhadas do maior planeta no Sistema Solar.

    Aurora polar no polo sul de Júpiter
    © NASA. JPL-Caltech/SwRI/MSSS
    Aurora polar no polo sul de Júpiter

    A exclusividade dos polos de Júpiter é que a imagem dos fluxos de gás é muito diferente da dos polos de Saturno, Urano e de outros planetas do Sistema Solar.

    Segundo Bolton, por agora sua equipe não sabe o que dá origem às tempestades e à estrutura especial dos polos de Júpiter, mas ressalta que a sonda Juno tem mais 36 tentativas de desvendar esses mistérios.

    De acordo com especialistas, as zonas extraordinárias com temperaturas altas e baixas registradas nos polos de Júpiter com a ajuda de uma câmera a infravermelhos JIRAM podem ser uma parte das respostas. Tais zonas quentes, segundo os cientistas, têm um papel importante na transmissão do calor a partir dos núcleos do planeta até sua superfície e na manutenção da grande mancha vermelha, o traço mais visível de Júpiter.

    Polo norte de Júpiter. Imagem da sonda Juno
    © NASA. JPL-Caltech/SwRI/MSSS
    Polo norte de Júpiter. Imagem da sonda Juno

    Além disso, os pesquisadores revelaram alguns outros resultados mostrados por um aparelho da Juno, chamado Waves, cuja principal tarefa é desvendar como surgiram as fortes auroras polares em Júpiter. O Waves captou ondas de rádio produzidas por elétrons, que se acredita serem a origem das auroras polares.

    Mais:

    Júpiter se torna palco de rivalidade espacial entre Rússia e EUA
    Júpiter, se prepare para compartilhar seus segredos com a Rússia
    Tags:
    superfície, elétrons, sonda espacial, imagens, tempestade, Juno, NASA, Sistema Solar, Júpiter
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik