03:02 19 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    A Esfera de Dyson

    Estrela com 'esfera de Dyson' continua sendo quebra-cabeça para cientistas

    © flickr.com/ ビッグアップジャパン
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1111

    Pesquisadores afirmam que a luminosidade da estrela muda de forma irregular e muito depressa.

    Em outubro do ano passado, astrônomos descobriram a estrela KIC 8462852 a 1480 anos-luz da Terra, com uma dinâmica de luminosidade incomum. Os cientistas que fizeram a descoberta sugeriram que a estrela pode estar envolvida em uma esfera de Dyson.

    A Esfera de Dyson é a concepção de uma estrutura estimada em milhões de quilômetros de diâmetro, que pode ser utilizada para consumo mais completo da energia da estrela por alguma civilização avançada. O conceito passou de ficção científica para a ciência real, e agora à procura de tais instalações se dedica o Instituto SETI.

    Em 19 de outubro 2015, o Instituto SETI anunciou que estava recebendo ondas de rádio da estrela, que não eram interferências comuns. Isto poderia indicar que no sistema estelar existiria uma civilização alienígena avançada. Após duas semanas de observações preliminares, representantes do SETI afirmaram que o sinal de rádio a partir do sistema KIC 8462852 não permitiu descobrir evidências inequívocas de sua origem artificial.

    Os norte-americanos estudaram imagens do telescópio Kepler e viram que a luminosidade da estrela durante os últimos quatro anos diminuiu significativamente. Essa mudança foi muito significativa: de uma vez a luminosidade cai em 15%, mas depois – em 22%.

    Os cientistas conseguiram observar que o brilho se reduz durante uma ou duas semanas e depois disso se restaura como se não tivesse escurecido.

    A estrela KIC 8462852 é um objeto muito interessante para estudar, e recentemente o Instituto recolheu na plataforma de crowdfunding Kickstarter a soma de US$ 100.000 para continuar a pesquisa.

    Mais:

    NASA testa amerissagem da nave espacial Orion
    NASA explorará asteroide que um dia pode aniquilar humanidade
    Roscosmos: NASA está interessada em utilizar cosmódromo russo Vostochny
    Tags:
    astrofísica, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik