13:03 25 Junho 2019
Ouvir Rádio
    Ice Bucket Challenge no Roanoke College, Virgínia, EUA. Agosto, 24, 2014.

    Ice Bucket Challenge ajuda encontrar explicação para doença de Stephen Hawking

    © flickr.com / roanokecollege(CC BY 2.0)
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 22

    O Flash Mob Ice Bucket Challenge e o dinheiro reunido nesta ação ajudaram os cientistas a descobrir o gene NEK1, um gene potencialmente ligado à esclerose lateral amiotrófica (ELA) que privou Stephen Hawking e muitas outras pessoas dos movimentos.

    A ação Ice Bucket Challenge começou no inverno de 2014 quando celebridades, esportistas e políticos de todo o mundo começaram a duchar-se com água fria e fazer doações para o estudo da ELA – uma doença rara que resulta rapidamente em paralisia e morte. Duas pessoas conhecidas conseguiram evitar a morte prematura — Stephen Hawking e guitarrista Jason Becker.

    Hoje (27), a organização ALS Association anunciou que foram recolhidos mais de 100 milhões de dólares durante os 30 dias que durou a ação. Esta quantia vai financiar os trabalhos de vários grupos de cientistas.

    Professor Stephen Hawking
    © East News / Photoshot/REPORTER
    Um dos grupos, o Project MinE, anunciou nesta semana ter descoberto o gene NEK1, cuja mutação está ligada ao desenvolvimento da doença. Os resultados foram obtidos após o exame dos genes de mais de 15 mil vítimas da ELA e seus parentes sãos. 

    A descoberta deste gene, segundo representantes da ALS Association, confirma que esta ação não foi um simples flash mob, mas uma ferramenta real para atrair a atenção pública a um grave problema médico.

    Mais:

    Experimentos provam: o Homem pode respirar debaixo de água
    Após polêmica, ICESP vai iniciar testes da 'Pílula do Câncer' pela primeira vez em humanos
    Tags:
    Ciência e Tecnologia, Stephen Hawking
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar