19:37 15 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Silhueta de um dragão

    Primeiros dragões eclodem no sul da Europa

    © flickr.com /
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 132
    Nos siga no

    A Eslovênia anunciou esta semana que proteus anguinus eclodiram de seus ovos. É uma rara espécie de proteidae que habita ao fundo de grutas e que prova a possível existência de dragões.

    Esta espécie também é frequentemente denominada de peixe humano, pela cor de sua pele, ou de salamandras brancas. Têm um corpo de 35 centímetros e vivem exclusivamente debaixo de água em cavernas no sul da Europa.

    Ovos de proteus foram colocados em um aquário na gruta eslovena de Postojna e se desenvolveram desde janeiro. Cientistas observaram o processo através de uma câmera de infravermelhos.

    O primeiro ovo se abriu na segunda-feira e o décimo na quarta-feira. É um caso excepcional porque fêmeas de proteus põem ovos somente uma vez em 6 ou 10 anos.

    Proteus anguinus na caverna de Postojna, Eslovênia, abril de 2016
    © AFP 2019 / JURE MAKOVEC / AFP
    Proteus anguinus na caverna de Postojna, Eslovênia, abril de 2016

    Proteus anguinus são animais incríveis: podem ficar sem comida por 10 anos e viver até os 100 anos de idade. Eles possuem um olfato muito desenvolvido que é necessário para estes animais para encontrar comida em total obscuridade.

    Proteus são muito semelhantes a dragões e, no passado, residentes dos arredores do local em que habitam pensavam que eles eram verdadeiros dragões.

    A lenda inventada pelo cientista esloveno Valvasor estava baseada no fato de as grutas se encherem muito de vez em quando por fumaça que, na opinião das pessoas do século XVII, pertenceria a dragões.

    Apesar de os cientistas afirmarem que dragões não existem, os proteus continuam sendo animais únicos de gênero no nosso planeta.

    Tags:
    pesquisa, cientistas, lenda, animais, dragão, Eslovênia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar