03:33 29 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    203
    Nos siga no

    Não há motivo para preocupações pelo aparecimento de bactérias multirresistentes no rio Ave, informa o secretário de Estado do Ambiente Carlos Martins.

    "Quero tranquilizar os portugueses, e sobretudo a região Norte, dizendo que as entidades ligadas ao ciclo urbano da água estão muito atentas a esta situação e, caso haja risco para a saúde pública, não deixaremos de atuar tomando as medidas adequadas", cita o jornal Diário de Noticias as palavras do secretário de Estado.

    Foram descobertas quatro estripes de bactérias multirresistentes no rio Ave do tipo “Escherchia coli”, o que significa que têm um grande grau de resistência aos antibióticos. Considerando que essas bactérias são desconhecidas, e que as mesmas não tinham sido observadas até ao momento, este caso provoca um grande interesse dos cientistas e esse aparecimento já obteve o nome de “mistério do rio Ave”.

    Segundo Martins, os cientistas se mostram perplexos com a descoberta. Estas bactérias ainda têm que ser examinadas pelos cientistas, mas os conhecimentos de hoje não permitem classificá-los como perigosos para a humanidade. 

    Mais:

    Cientistas russos descobrem bactéria que pode gerar 'elixir da juventude'
    Cientistas descobrem bactéria para combater aquecimento global
    Tags:
    perigo, cientistas, risco, rio, descoberta, bactérias, Diário de Notícias, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar